Ponta Porã, Domingo, 20 de maio de 2018
30/01/2018 05h40

Leia a Coluna JN com o jornalista João Natalício

Redes Sociais, em Ponta Porã tem gente do poder viciado em facebook e whatsapp.

Divulgação (TP)
 
 

DESCRÉDITO TOTAL

  • Infelizmente a realidade é essa: o povo brasileiro em geral não acredita mais em ninguém. Nem nas instituições que envolvem os poderes da República. Nos últimos três dias que antecederam o julgamento do ex-presidente Lula ouvimos pelas Redes Sociais inúmeras manifestações de lideranças empresariais, profissionais liberais e de outros segmentos da sociedade convocando a população de bem a sair para as ruas protestar, em razão de que não se pode mais confiar nas autoridades constituídas do País.

  • Por incrível que pareça, todo mundo estava abrindo o jogo e citando nomes do Poder Executivo, Legislativo (Senado e Câmara dos Deputados) e o Judiciário, sobrando até para o Supremo Tribunal Federal. Todo mundo. Tudo indicando que o povo brasileiro estava desiludido, demonstrando que a nação brasileira não aguenta mais tanta roubalheira, corrupção de cabo a rabo, desmandos e desrespeito às leis do País. Tomara que não venha chumbo grosso por aí, além do que já está previsto!

MULHER LOUCA

  • Nem os petistas concordaram com as ameaças descabidas da senadora Gleisi Hoffman, presidente nacional do PT. Principalmente os militantes comportados e que defendem a união do partido para fazer o bem. Semana passada eu conversei com um amigo que é líder petista aqui na fronteira. Vejam o que ele disse: "Essa mulher é louca. Eu tenho muito mais o que fazer do que sair por aí matando gente, podendo até sobrar para mim também".

VICIADOS

  • Falar em Redes Sociais, estou sabendo que também aqui em Ponta Porã tem gente do poder viciado em facebook e whatsapp que permanecem horas e horas pesquisando as fofocas do dia. Esses poderosos precisam saber que segundo estudos recentes por especialistas no assunto, as Redes Sociais trazem muitas informações e notícias boas, da mesma maneira que elas estão recheadas de mentiras, notícias falsas e fuxicos de todos os tamanhos. Nas próximas eleições, por exemplo, as safadezas deverão deitar e rolar nesse noticiário falso.

  • Falar em vício, diante de tantas incertezas eleitorais a maioria dos pré-candidatos a deputados está com uma dúvida cruel: onde conseguir dinheiro para bancar a campanha eleitoral? Em vez de onde a pergunta deveria ser outra: com quem conseguir dinheiro? Tanto faz, pois a fonte será a mesma. E para todos, a grana está curta. Detalhe: ninguém faz campanha eleitoral de graça. O negócio é se virar.

TREVO DA CUIA

  • Semana passada, o Jornal de Notícias fez uma matéria sobre a sinalização no chamado "Trevo das Bandeiras". Muitas pessoas se manifestaram a respeito concordando com a necessidade da colocação de uma sinalização adequada para evitar transtornos. Mas houve leitores que disseram que no "Trevo da Cuia" o problema é ainda maior em virtude dos cruzamentos para a Rodoviária, bairro Marambaia e BR
  1. Pode ser.

CORINGÃO

  • O Corinthians do Ed Moreno, atual campeão Paulista e campeão Brasileiro, começou muito mal 2018. Levou um saco de gols na Flórida CUP, foi eliminado na Copinha pelo Avaí e estreou com derrota para a Ponte Preta no Campeonato Paulista. Os corintianos não vão gostar da previsão: esse comportamento do Timão está cheirando a rebaixamento. Credo!

VICE-PREFEITO

  • Dias atrás o Jornal de Notícias teve a honra de receber uma visita de cortesia do vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto. Batemos um longo papo sobre política e pelo visto ele é mesmo candidato a deputado estadual e já está articulando em torno disso com as lideranças estaduais do seu partido. O moço está empolgado com a possibilidade de poder representar a fronteira no Parlamento estadual.

  • Com relação à Câmara dos Deputados, essa seria uma tarefa para o secretário de Segurança Pública do Município, Marcelino Nunes de Oliveira. Dias desses eu conversei com o secretário a respeito dessa possibilidade e admitiu que o seu sonho é morar em Brasília bem próximo do apartamento do ministro Carlos Marun. Detalhe: o Marcelino, pelo jeito, ainda troca figurinhas políticas com o senador cassado Delcídio do Amaral. Outro detalhe: esse cara tem dinheiro e pode investir num candidato que sempre lhe foi fiel.

DÚVIDA

  • Depois de um começo com muito entusiasmo, a pré-candidatura do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) ao Governo do Estado está gerando dúvidas. Segundo consta, Odilon de Oliveira já não tem tanta certeza se ele deve candidatar-se a governador ou ao Senado da República, na verdade o que ele sempre quis.

COLLOR

  • De repente, surge no cenário político da República brasileira a notícia de que o senador Fernando Collor de Melo deverá candidatar-se a presidente do Brasil pelo PTC dos jornalistas Ed Moreno e Nivalcir de Almeida. Segundo parece, o glorioso Ed Moreno é uma espécie de líder estadual do PTC, mas o Nivalcir já teria pulado fora da sigla. A conferir.

CONTRABANDO

  • Está tudo acertado: dia 3 de agosto o Brasil inteiro vai comemorar o Dia Nacional de Combate ao Contrabando. Os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro já estão se movimentando no sentido de dar maior ênfase a essa comemoração. Pelo visto aqui na fronteira essa data pode passar batida. Ninguém vai querer se arriscar a colocar o bloco na rua para tomar posição a favor dessa comemoração. Todo mundo vai estar viajando.

J. N. Oliveira

jndeoliveira@jnnoticias.com.b

Envie seu Comentário