Ponta Porã, Quarta-feira, 24 de janeiro de 2018
26/11/2014 06h

Leia a coluna Pontaporainforma com Tião Prado

E mais uma vez Ponta Porã ficou fora do campeonato estadual de futebol da segunda-divisão do MS

Divulgação (DN)
 
 

Olá meus amigos e amigas, estamos de volta e vamos começar falando sobre o tempo quente, alias quentíssimo; não, não estou falando do clima em nossa fronteira, estou falando da situação em que viveu o paço Municipal de Ponta Porã.

Como o escritório do site é aqui em nossa ‘humilde residência’, com diz o Michel Teló, recebemos a visita de uns amigos e entre um tereré e outro o assunto administração municipal não podia ficar de fora, e como de costume prefiro não falar nada e só escutar, pois de acordo com os mais sábios Deus deu a nós uma só boca e dois ouvidos, ou seja, temos que ouvir mais do que falar.

Vai daí que um dos amigos acabou abrindo o jogo e disse que o ‘super secretário’ que dá plantão em um gabinete fora do paço, bateu de frente com outro companheiro de trabalho e amigo de longas data do prefeito, e segundo a fonte, só não foram para as vias de fato porque o prefeito entrou no meio e separou os dois.

Essa mesma visita informou que o prefeito Ludimar vai fazer uma minirreforma em seu secretariado: o secretário de obras deve deixar a pasta, e disse que mais uns dois ou três outros secretários também vão sair, mas ficou só nisso mesmo.

 
foto: Dogeval Amaro foto: Dogeval Amaro

Falando sobre a Câmara de Vereadores, me surpreendeu a presença do prefeito na ultima sessão do legislativo (20), que foi acompanhar de perto a votação do projeto, que agora virou lei, das lojas francas, sendo aprovado pela maioria tranquila de votos, e sem duvida, este projeto é um marco importante que essa legislatura deixa para a população, os reflexos serão imediato. Assim que for tudo acertado teremos as lojas vendendo sem imposto do lado de cá da fronteira e aí o jogo estará mais equilibrado na questão de compras e negócios.

Para se ter uma ideia, nos três dias de Black Friday tivemos mais de 100 mil pessoas visitando a fronteira e tendo como cota de US$ 300 dólares, isso sem contar os turistas que muitas vezes compra menos e não declara e com a instalação das lojas francas, muitos destes turistas vão comprar nas lojas do Brasil e também no Paraguai, sem duvida os negócios vão fica melhor ainda para as duas cidades.

Falar na fronteira, um casal de amigos foi ao famoso Outlet fazer as suas compras e conforme nos informaram foi algo para esquecer, pois compraram os seus perfumes preferidos e a incompetente da ‘caixa’ passou todas as mercadorias, cobrou o que era devido e esqueceu de dar baixa em um dos perfumes no leitor ótico (mas foi cobrado, é claro) e quando o casal saia da loja, tocaram todos os tipos de sirenes do mundo, e logo os seguranças vieram ter com o casal que na visão de todos os presentes, estariam furtando algo. Depois de conferir a nota, o segurança viu que foi um erro da caixa e pediu desculpas pelo ocorrido, com a maior cara lavada. Se fosse aqui no Brasil, dava até para entrar com ação pedindo uma indenização por constrangimento. Penso que os proprietários deveriam dar um treinamento para os seus funcionários para isso não acontecer mais.

 
foto: Internet foto: Internet

Falar no Outlet, eu e a esposa Dora almoçamos sempre lá, mas ultimamente tá difícil, pois o ‘cara’ que toma conta do sistema de som, pensa que deve estar na sua casa já que coloca o volume tão alto que não da para conversar. Este final de semana estavam além de nós, os amigos Cleomar Flores, ex-prefeito de Aral Moreira e Giovane Corbari atual vereador de lá, e como estava difícil conversar devido ao som alto, tivemos que falar com amigo Luiz Alberto Cogorno, lá do restaurante Chinês, que é primo do dono, e ele gentilmente foi até o ‘Dj surdo’ e pediu para baixar o volume do som, o que foi prontamente atendido.

Realmente o ambiente da praça de alimentação do Outlet é uma delicia, mais tranquilo, a comida servida no local é ótima e muito bem preparada e o chopp, alem de muito gelado, é barato. Um lugar ideal para encontrar com os amigos, bater um papo e tomar um chopp.

 

O assunto na Câmara de Ponta Porã, é a eleição da mesa diretora da casa. Overeador Otaviano Cardoso se lançou candidato da oposição e pediu apoio dos vereadores para marchar ao seu lado; já a base do prefeito vive três situação: O vereador Brunoí acha que chegou a sua vez, pois nas duas primeiras eleições ele trabalhou firme de cabo eleitoral e se saiu bem; César Mattoso, que segundo consta foi companheiro fiel do prefeito nas ultimas eleições, apoiando o projeto do Ludimar, de deputado estadual até a presidente da Republica, espera agora um chamego do prefeito para virar presidente, e tem também a terceira via, que vem sendo colocada para unir todos, o vereador licenciado Rafael Modesto que retornaria para ser o candidato da base procurando unir a todos. Resta esperar 15 de dezembro.

O Presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Amauri Osório, atendendo um pedido dos seus filiados, esteve reunido com o prefeito onde pediram uma mudança na cobrança do IPTU do próximo ano. O prefeito ouviu atentamente o pedido dos comerciantes e de imediato aceitou a proposta. Todos que foram a reunião saíram satisfeitos com a decisão tomada.

Na manhã desta terça-feira (25), estive visitando um amigo na região do Caranda Bosque e na volta vi um amigo de longa data que é concursado como serviços gerais na prefeitura trabalhando na região, e como o conheço muito e sei do seu trabalho social nas horas de folga, fiquei pensando como ele esta sendo mal aproveitado, poderia estar fazendo a diferença prestando o seu serviço em dois períodos com os garotos da cidades nos campinhos da periferia. Acho que é por isso que o futebol de campo acabou em Ponta Porã.

 
Serc comemora com título retorno para a primeira divisão (Foto: Marcos Boaventura) Serc comemora com título retorno para a primeira divisão (Foto: Marcos Boaventura)

Terminou no final da semana passada o campeonato estadual da segunda divisão. As duas equipes, Serc comemora com título de campeão e Corumbaense vice, já estão com os seus compromissos marcados na tabela da primeirona no ano que vem. Pensei comigo, que noticia triste para nós, locutores esportivos do rádio da fronteira.

Este era o ano mais fácil para se ter um time na segunda divisão, e consequentemente voltar a primeira, com os jogos passando ao vivo pela TV Morena, que apesar de termos um campeonato horrível e fraco, mostra os jogos e a cidade para todo estado, como sendo um mídia positiva, e como diz o ditado..."tacalhe o pau Marco Antônio Silvestre". Vamos estar acompanhando você nas narrações por mais um ano, e claro, futebol pra nós na fronteira só pela TV mesmo.

É isso amigos, eu sou Tião Prado, radialista e jornalista, apresento o programa FM em Noticias de segunda a sexta-feira das 12h10 as 13 horas pelas ondas da Rádio 91.5 FM Cerro Cora de Pedro Juan Caballero e sou diretor do site Pontaporainforma.

Envie seu Comentário