Ponta Porã, Sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
09/10/2017 08h50

Iagro alerta que atestado de vacinação contra Influenza Equina é obrigatório

O trânsito é permitido se acompanhado do atestado de vacinação.

Congresso em Foco
 
 
O trânsito é permitido se acompanhado do atestado de vacinação (Foto: Divulgação ) O trânsito é permitido se acompanhado do atestado de vacinação (Foto: Divulgação )

A Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) alerta que desde julho, conforme a Portaria Iagro/DDSA 3573/17, é obrigatória a apresentação do atestado de vacinação contra a Influenza Equina (gripe equina) para que se possa emitir a Guia de Trânsito Animal (e-GTA/GTA manual) de equídeos para aglomeração com finalidade comercial e aglomeração sem finalidade comercial.

Visando preservar as condições sanitárias do rebanho equídeo sul-mato-grossense das doenças de notificação obrigatória, as instruções do Ministério da Agricultura e Abastecimento, e considerando a vacinação como principal ferramenta de controle da Influenza Equina, a Iagro faz o alerta aos criadores, promotores e participantes de leilões, exposições, laçadas e outros eventos onde haja aglomeração de animais, para a importância e detalhes da medida, que vale para o trânsito dentro e fora do Estado.

Segundo o Diretor presidente da Agência, Luciano Chiochetta, o trânsito é permitido se acompanhado do atestado de vacinação, e-GTA ou GTA manual e demais exames obrigatórios. Já os atestados de vacinação de outros estados são válidos, desde que constem os dados e a resenha do equídeo, além de constar a vacina (laboratório/marca) utilizada com seu respectivo número do lote/partida e data de validade, o número da Nota Fiscal do produto, a data da vacinação e a assinatura e carimbo do médico veterinário devidamente inscrito no CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária).

Luciano esclarece ainda que o prazo de carência para emissão de e-GTA ou GTA manual que estava estabelecido para no mínimo 15 dias, só começará a ser exigido a partir do dia 20 de outubro próximo. A a validade da imunização para emissão da Guia é de no máximo 360 dias e os equídeos com idade inferior a 6 meses são isentos da apresentação de atestado de vacinação contra Influenza Equina, desde que acompanhados da mãe portando atestado.

O Presidente ressalta ainda que, conforme a Portaria, está permitida a apresentação de cópia autenticada em cartório ou pelo serviço veterinário oficial (SVO) do comprovante de vacinação do passaporte equino, desde que conste todos os dados exigidos.

Envie seu Comentário