Ponta Porã, Terça-feira, 24 de abril de 2018
16/12/2017 11h33

Pesquisa: 'Então é Natal': músicas natalinas têm lado nocivo à mente

Sub-Título

Exame
 
 
Repetição de músicas pode causar fadiga, indicou estudo - Foto: Divulgação Repetição de músicas pode causar fadiga, indicou estudo - Foto: Divulgação

"Então é Natal, e o que você fez?" As tradicionais músicas de Natal podem ter um efeito bastante negativo sobre as pessoas. O problema, é claro, não são as músicas em si. A repetição excessiva das mesmas músicas, porém, pode levar a fadiga cognitiva e stress.

Victoria Williamson, da Universidade de Londres, conduziu uma pesquisa sobre o assunto. Ela descobriu que o apreço pelas músicas natalinas cresce no início da época. À medida que as pessoas continuam ouvindo as mesmas músicas, o prazer em ouvir vai caindo, causando stress.

"Qualquer pessoa que já tenha trabalhado em uma loja durante o período do Natal vai saber do que estou falando", diz Williamson à NBC News.

Mas como se explicaria o fato de que algumas pessoas parecem gostar dessas músicas? Williamsom explica que o impacto depende do estado mental anterior à música. Ela explica que muitas pessoas encaram problemas nessa época, o que já diminuir a predisposição a gostar dessas canções.

A falta de dinheiro para comprar um presente para um familiar querido ou a pressão de viajar ou fazer algo de proveitoso acabam por criar uma pressão. A combinação das músicas às preocupações acaba por aumentar a fadiga mental.

Uma pesquisa, um pouco antiga, é verdade, evidencia isso. A Consumer Reports, publicação de varejo americana, descobriu em 2011 que 23% dos americanos via nas músicas natalinas o pior lado da data.

Outra, realizada no Canadá em 2014 por uma empresa de pesquisas, viu que 36% dos entrevistados admitiam deixar uma loja antes do que precisavam por conta da trilha natalina.

Envie seu Comentário