Ponta Porã, Sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
09/08/2017 08h30

Municípios recebem R$ 2,9 bi da primeira parcela do FPM de agosto nesta quinta

Valores já são descontados o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica)

De Brasilia
 
 
FPM renderá R$ 2,9 bilhões aos municípios (Foto: Reprodução ) FPM renderá R$ 2,9 bilhões aos municípios (Foto: Reprodução )

O primeiro repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) para o mês de agosto será de R$ 2.940.603.707,90. O valor, com o desconto do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), será depositado nesta quinta-feira, 10 de agosto, nas contas das prefeituras.

A CNM (Confederação Nacional de Municípios) ressalta que o FPM, em valores brutos, somado a dedução do Fundeb, será de R$ 3.675.754.634,88. Estudos da entidade apontam que esse 1º decêndio de agosto de 2017 comparado com mesmo período de 2016 teve um crescimento de 1,33% em termos nominais - comparando os valores sem considerar os efeitos da inflação.

Já o valor real do repasse do 1º decêndio de agosto em relação ao mesmo decêndio de 2016 apresentou uma queda de 0,68% levando em conta as consequências da inflação.

O montante de FPM repassado ao longo de 2017 até o momento totaliza R$ 60,579 bilhões. Isso representa um aumento de 11,43% em relação ao montante transferido aos Municípios, no mesmo período do ano anterior, sem considerar os efeitos da inflação.

A CNM ressalta que nesse montante leva-se em consideração o repasse de 1% de julho - previsto na Emenda Constitucional 84/2014 que resultou em cerca de R$ 3,999 bilhões de reais. Considerando os efeitos da inflação, o Fundo acumulado em 2017 apresenta crescimento de 7,33% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Previsões

A CNM reforça aos gestores que fiquem atentos as previsões nominais da STN (Secretária do Tesouro Nacional) que estima para o mês de agosto um crescimento de 34% em relação ao mês anterior. A entidade frisa ainda que essas previsões são nominais e, por isso, não consideram os efeitos da inflação. Contudo, como a sazonalidade do FPM no segundo semestre é inferior em relação aos resultados obtidos no primeiro semestre, a CNM reforça que é necessário atenção e boa gestão com os recursos municipais.

Repatriação

No mês de agosto os municípios receberam uma parte maior do Rerct (Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária) - a repatriação. A CNM lembra que o repasse vem sendo pago, a valores menores, desde o segundo decêndio de abril. Porém, a maior parte foi paga no atual decêndio.

Envie seu Comentário