Ponta Porã, Sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
17/12/2017 23h20

Cogitado pelo São Paulo, Kaká anuncia aposentadoria aos 35

Jogador de 35 anos deixou o Orlando City e ainda definia seu futuro; ele foi eleito o melhor do mundo em 2007, quando atuava pelo Milan

Lance
 
 
Kaká - Orlando City
Foto: Divulgação / LANCE! Kaká - Orlando City
Foto: Divulgação / LANCE!

Kaká esteve nos planos do São Paulo para 2018 e sua participação no clube chegou a ser cobrada em recente conversa de torcedores com a diretoria do clube. Mas o melhor jogador do mundo em 2007, aos 35 anos de idade, informa que vai se aposentar.

Logo após anunciar sua saída do Orlando City, time dos Estados Unidos pelo qual defendeu pela última vez como profissional, o próprio Kaká colocou o São Paulo como uma de suas possibilidades para a próxima temporada, além de uma sondagem do Milan para ser dirigente. Decidido em se aposentar, o meia lembra de sua ligação com o clube que o formou.

"Sempre dei prioridade para o São Paulo. Poderia acontecer de jogar em outro clube brasileiro, mas não por questão financeira. Meu vínculo com o São Paulo não é de conquista, só conquistei o Rio-São Paulo aqui. Mas é um vínculo institucional, de quem foi formado no clube, criou o vínculo e chegou ao topo levando a formação do São Paulo", falou, lembrando de sua primeira saída do clube, em 2003, após sofrer com protestos de torcedores.

 
Kaká em Brasil 2x0 Argentina 
Foto: Andrey-Mowa / LANCE! Kaká em Brasil 2x0 Argentina
Foto: Andrey-Mowa / LANCE!

"Foi muito doída a eliminação (no Brasileiro de 2002). Classificamos em primeiro, com dez pontos a mais do que o segundo colocado. O Santos se classificou na rebarba. Mas fomos eliminados, e a cobrança veio em cima dos grandes responsáveis, e eu era um deles. Aí vieram os gritos de amarelão, pipoqueiro..."

Kaká foi formado no São Paulo e, em seu primeiro ano como profissional, marcou dois gols na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, no Morumbi, que garantiu o inédito título do Rio-São Paulo ao clube. Saiu em 2003 para o Milan e passou ainda pelo Real Madrid antes de retornar ao Tricolor por empréstimo, em 2014, ajudando o time a chegar ao vice-campeonato brasileiro e à semifinal da Copa Sul-Americana. Depois, seguiu para o Orlando City.

Pela Seleção Brasileira, Kaká conquistou a Copa do Mundo de 2002 e disputou ainda os Mundiais de 2006 e 2010. Ganhou também as Copas das Confederações de 2005 e 2009. Fora do Brasil, venceu a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes em 2007, pelo Milan, levantando pelo clube ainda o Italiano e a Supercopa da Itália de 2004. No Real Madrid, foi campeão da Copa do Rei, em 2011, e espanhol e da Supercopa da Espanha, em 2012.

Envie seu Comentário