Ponta Porã, Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
04/09/2017 14h10

Ponta Porã: SEVA conquista a Copa Internacional de Veteranos da Fronteira de forma brilhante

A SEVA jogou de forma otimizada e derrotou o Vencedor Yparacai do Paraguai por 4 a 1.

Por: Tião Prado
 
 
Momento em que o capitão da SEVA levantava a taça de campeão.
Fotos: Tião Prado (Pontaporainforma) Momento em que o capitão da SEVA levantava a taça de campeão.
Fotos: Tião Prado (Pontaporainforma)

Quando o assunto é eventos reunindo os craques do passado ou os veteranos, a cidade de Ponta Porã não fica devendo nada para ninguém, pois trata deste segmento do esporte, muita vezes esquecido, com muito respeito, carinho e campeonatos muito bem organizados.

O desportista Paulinho Vieira começou a organizar a copa Master dos 40 há 11 anos e com o passar do tempo surgiu a ideia de se fazer a copa dos 50 que já esta em sua 3ª edição, sempre coroada de muito sucesso, visto que participam do evento ex-jogadores profissionais de Ponta Porã, Dourados, Amambai, Aral Moreira e de Pedro Juan Caballero PY, que conta com ex-campeão do Mundo de futsal, caso de Silvio Arevalos.

A copa Internacional de Veteranos da Fronteira, edição 2017, teve a participação de 12 equipes, 240 atletas inscritos e 36 dirigentes de equipes. Foi realizado no período de 14 de maio a 3 de setembro, 80 jogos, foram marcados 289 gols, uma média de 3.6 gols por partida, foram distribuídos pela arbitragem 121 cartões amarelos e 6 cartões vermelhos, demonstrando que os veteranos pensam muito mais em jogar um belíssimo futebol do que fazer faltas graves para serem expulsos das partidas.

O artilheiro do campeonato foi Raul Raulitos com 18 gols; Roberto Carlos, mais conhecido por Betão, foi o goleiro menos vazado. Em 4º lugar na classificação final ficou o Nosso Lar; em 3º, a Cohab; em 2º, o Vencedor Ypacarai e a SEVA (Sociedade Esportiva Vila Áurea) foi a grande campeã deste ano.

Participaram da solenidade de premiação, o organizador do campeonato Paulo Vieira; prefeito Hélio Peluffo Filho; secretários Dário Honório Almiron, Marcelino Nunes e Professor Hugo da Costa; vereadores Vanderlei Avelino, que também é presidente da SEVA, Candido Gabinio, professora Anny Espindola e o vereador de Pedro Juan Caballero Dr. Juan Carlos Alvarenga, que inclusive foi homenageado pela organização.

 
Foto: Tião Prado (Pontaporainforma) Foto: Tião Prado (Pontaporainforma)

O jogo:

Quando a bola começou a rolar na grande final entre SEVA (Sociedade Esportiva Vila Áurea) e Vencedor Ypacarai, só tinha um favorito, o Vencedor, devido a brilhante campanha durante as primeiras fases do campeonato, grandes vitórias e na maioria das vezes, com goleadas. Mas como dizia o ‘profeta do futebol’, Nenê Prancha, o futebol é uma caixinha de surpresas e a SEVA, que se classificou na ultima colocação e foi vencendo os seus adversários sempre em jogos disputados e complicados, não tomou conhecimento do Vencedor e nem de sua campanha e nos primeiros 10 minutos de jogo já estavacom dois gols e mandando no jogo e perdendo vários gols.

Se o ataque criava boas oportunidades, a defesa se defendia como podia dos ataques da forte equipe do Vencedor e o goleiro da SEVA Aparicio, que já tinha sido fundamental nas rodadas anteriores, pegou bola de todo o jeito. Se o Tadeu Schmidt estivesse apresentado os melhores momentos da partida, iria dizer como ‘um gato’, Aparicio fez umas cinco ou seis defesas que foram fundamentais para o placar final de 4 para a SEVA e 1 para o Vencedor Ypacarai.

A SEVA foi a campo com os seguintes jogadores: Aparicio Lesmo no gol, Alfredo Arevalo Dure, André Benites, Antônio Maldonado, Antônio Nunes, Francisco Leopoldo, João José Corrêa, José Quintino, Jorge Antônio, José Ivanildo, Luis Alberto, Luis Carlos, Manoel Vergara, Mário Otti, Pedro Ramão, Pedro Vilhalba, Plinio Adolfo, Roque Nunes, Teodocio Quadra e Valdir Avelino.

Vencedor Ypacarai levou a campo: Adalmir Ladislau, Armando Davalos, Emiliano Quinhones, Eustaquio Domingos, Geraldo Nascimento, Guilhermo Montiel, José Delo Santos, Juan Dário Franco, Juan Marino Sossa, Luis Francisco, Mariano Peres, Melciades Ortiz, Melciades Ramon, Luis Gustavo, Rodlfo Rolon, Ruben Dário dos Santos, Silvio Arevalo, Tulio Aquino, Valeriano Martines e Virgilio Andres.

A arbitragem ficou a cargo de Wandermárcio de Oliveira, Douglas Ramires, Max douglas Torraca, Rubens Bonzi e Paulo Roberto Domingues.

Envie seu Comentário