Ponta Porã, Quinta-feira, 19 de abril de 2018
26/06/2017 06h20

Polícia do Paraguai teria sido alvo de atentado do crime organizado

Foi compartilhado nas redes sociais suposto boletim relatando os fatos.

Correio do Estado
 
 
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Policiais do Paraguai podem ter sido alvos de atentado cometido por parte do crime organizado na tarde de ontem, na Colônia Nuevo Yau, na fronteira com o município sul-mato-grossense de Aral Moreira. Neste domingo, foi compartilhado nas redes sociais suposto boletim de ocorrência relatando os fatos.

As informações seriam de que criminosos em uma camionete Toyota Fortuner cinza disparam várias vezes contra uma viatura que fazia fiscalização no país vizinho. O caso vem à tona depois de emissão de alerta de que a facção brasileira Primeiro Comando da Capital (PCC) orquestrava ataque na região.

Os relatos são de que, durante fiscalização de rotina para averiguação de veículos e condutores, os policiais paraguaios avistaram a aproximação da Toyota e deram ordem de parada, entretanto, os ocupantes atiraram contra os agentes e depois fugiram para o lado brasileiro, entrando em uma plantação.

Até o momento não há registro de feridos ou presos. Desde quinta-feira as forças de segurança sul-mato-grossense estão em alerta para possível ataque do PCC a bancos de Dourados e Ponta Porã, mesmo não havendo confirmação formal sobre o plano. Apesar de suposto alerta, não é descartada ligação entre os fatos.

Envie seu Comentário