Ponta Porã, Quinta-feira, 23 de março de 2017
11/02/2017 20h

Tiroteio na fronteira: Grupo armado com fuzil invade residência e dois ficam feridos

Uma das vítimas seria um policial

Midiamax
 
 
Bandidos estavam armados com fuzis com mira telescópica (Site: ABC Color) Bandidos estavam armados com fuzis com mira telescópica (Site: ABC Color)

Integrantes de grupo criminoso que atua na fronteira de Coronel Sapucaia com Capitan Bado, no Paraguai trocou tiros com a polícia do país vizinho, na manhã deste sábado (11). No confronto, casal de brasileiros que passava pelo local e não tinham relação com a quadrilha, foram feridas por tiros.

Segundo informações do site Porã News, brasileiros e paraguaios integravam a quadrilha. Eles foram identificados como Jefferson Yang, conhecido como 'Ponto 50', Marildão Bernardo dos Santos, Orlando Román Balbuena, Cesar Luis Cardozo e Ederson Balbuena Saavedra.

A quadrilha entrou em Capitan Bado nesta manhã, quando agentes da Polícia Nacional, ao realizar controle de veículos, ordenou parada, foi quando os homens reagiram, disparando contra a polícia.

Na troca de tiros, um homem e uma mulher, brasileiros, foram atingidos. Eles foram encaminhados ao posto de saúde e não correm risco de morte.

Os homens foram presos e com eles a polícia paraguaia encontrou armamento de guerra e roupas camufladas de uso exclusivo do exército.

Agentes da Seção de Investigação de Delitos investigam o objetivo da quadrilha, que, segundo a polícia, pode integrar o PCC (Primeiro Comando da Capital) que estaria tentando dominar a região para assumir o controle do trafico de drogas. A policia também não descarta que o grupo poderia ter o foco de atacar alguma autoridade da região.

Envie seu Comentário