Ponta Porã, Domingo, 25 de fevereiro de 2018
29/01/2018 05h30

Acusado de matar ex-secretário de finanças a tiros é preso pela polícia

Ex-secretário foi morto com cinco tiros.

Midiamax
 
 

Acusado pelo assassinato do ex-secretário de finanças da cidade de Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, em dezembro de 2017, Jamil Balduíno Machado, de 63 anos, foi preso pela polícia, Laércio Ferraz de Olanda, neste sábado (27).

Após o assassinato, Laércio fugiu e foi para a cidade de Cassilândia, onde mora sua ex-mulher com que passou a se encontrar. De posse destas informações, a polícia foi até o município e passou a vigiar os passos da ex-mulher do acusado.

Sendo que no sábado (27), quando ela chegou para se encontrar com o Laércio. Quando o acusado saiu foi dada voz de prisão a ele. Ainda de acordo com o site JP News, com Laércio foi encontrada a arma do crime. Um mandado de prisão já tinha sido expedido contra ele. O ex-secretário foi morto com cinco tiros.

 

O crime

O ex-secretário de finanças de Paranaíba, Jamil Balduino Machado, de 63 anos foi encontrado morto, no dia 17 de dezembro de 2017, na residência onde morava no Centro do município. Um dos filhos do idoso encontrou o corpo com sinais de tiros e acionou a polícia.

Por volta das 22h45, um dos filhos da vítima acionou a polícia informando que não conseguia contato com o pai e temia que algo pudesse ter acontecido. Na residência, os PMs e o rapaz encontraram com outro filho de Jamil que já estava no local e dizia que a vítima precisava de socorro. Jamil foi encontrado caído de bruços no chão da sala da casa e em volta do corpo os policiais encontraram projéteis intactos e outros deflagrados.

Envie seu Comentário