Ponta Porã, Quarta-feira, 25 de abril de 2018
21/03/2018 16h30

Adolescente que matou garoto após tentativa de estupro deve cumprir 3 anos

Criança foi morta quando ia visitar a avó

Midiamax
 
 

O adolescente de 17 anos que matou no dia 13 deste mês o garoto, Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos, após tentar estupra-lo foi condenado a 3 anos de internação em uma Unei (Unidade Educacional de Internação) pelo crime.

A audiência que determinou sua pena foi realizada na última segunda-feira (19) e durante a audiência familiares do menino fizeram um atoo pacífico pedindo por Justiça com faixas estendidas em frente ao Fórum, segundo o site Jornal da Nova.

O adolescente não poderá apelar em liberdade e o prazo máximo determinado pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) determina a internação de medida socioeducativa é de 3 anos.

A tentativa de estupro e morte

Ele disse ter atraído o menino oferecendo um tênis quando o encontrou no meio da rua. Ele estava voltando de uma balada, no Distrito Industrial e ia visitar o pai. Vitor o acompanhou até sua casa, próximo ao local onde o corpo foi encontrado. Já dentro da residência, o adolescente tirou as roupas do garoto e tentou estupra-lo, mas o menino passou a gritar e chorar.

Para silenciar o menino, o adolescente o enforcou. Para sumir com o corpo, ele colocou Vitor nos ombros e o jogou em cima de um telhado, onde foi encontrado. Ainda de acordo com o delegado André Luis Novelli, o menino conhecia o pai do adolescente, e por isso, não deve ter se sentido ameaçado.

No celular do adolescente, os policiais encontraram conversas com sua mãe onde falava que tinha matado uma pessoa e que precisaria fugir e se esconder.

Vitor estava desaparecido desde último domingo (11) e foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (13). Ele havia saído de casa para ir até a casa da avó, que mora a algumas quadras do local, já que teria a comemoração de um aniversário em família.

Envie seu Comentário