Ponta Porã, Terça-feira, 24 de abril de 2018
05/12/2017 07h10

Ciúmes da ex: Atirador se apresenta à polícia e diz que foto motivou crime

Homem disse que comprou arma por R$ 800 e iria matar namorado da ex.

Correio do Estado
 
 
Ação de atirador na pax - Foto: Divulgação Ação de atirador na pax - Foto: Divulgação

Welington Barbosa de Almeida, 24 anos, se apresentou à polícia na tarde hoje e confessou ter atirado em duas pessoas, dentro de uma pax localizada na Avenida Bandeirantes, em Campo Grande, na manhã da última sexta-feira (1º). Ele disse que uma foto da ex com o atual namorado dela no Facebook motivou o crime.

Conforme o delegado Valmir Moura Fé, da 6ª delegacia de Polícia Civil, em depoimento, o homem confessou que o alvo era Douglas Nogueira, de 25 anos, atual namorado da mulher com que ele foi casado por quatro anos. Na ocasião, Severiano Medina, de 52 anos, cliente da pax, foi atingido no pulso e de raspão no abdômen.

Ainda segundo o delegado, Welington disse que havia se separado da mulher há cerca de seis meses, devido a traições. Há poucos dias ele teria visto uma foto dela com o atual namorado no Facebook. Na imagem, segundo depoimento do autor, também aparecia o filho dele.

O homem disse ainda que passou a investigar a vida do casal e descobriu que o atual namorado e a ex-mulher dele trabalhavam no mesmo local. O autor, então, disse que comprou uma arma por R$ 800, foi até a funerária e esperou pelo casal. À Polícia Civil, ele afirmou que não pretendia ferir a ex-esposa, mas sim o namorado dela, como fez.

Welington foi indiciado por tripla tentativa de homicídio. Como fugiu do flagrante, ele foi ouvido e liberado. Não foi divulgado se haverá pedido de prisão preventiva.

CRIME

O caso aconteceu na manhã de sexta-feira (1º).Douglas chegava na pax e foi surpreendido por um homem armado. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que a vítima correu para o interior do prédio e tentou abrir uma porta, mas ela estava trancada. Em seguida, o autor invade o local atirando e depois foge.

Além de Douglas, o cliente Severiano, que recebia atendimento na recepção, foi baleado. Ambos foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e levados para a Santa Casa, onde foram submetidos a cirurgia. O estado de saúde mais grave é o do funcionário, que teve duas transfixações no corpo.

Envie seu Comentário