Ponta Porã, Segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
29/01/2018 06h30

Dois integrantes de facção que atacaria grupo rival são mortos em MS

Um terceiro suspeito foi preso e revelou os planos do grupo para o atentado contra os rivais.

G1 MS
 
 
Carro que utilizado pelos três integrantes de facção criminosa, após colidir com árvore e muro durante tentativa de fuga em Dourados (MS), na madrugada deste domingo (28) (Foto: Batalhão de Choque/Divulgação) Carro que utilizado pelos três integrantes de facção criminosa, após colidir com árvore e muro durante tentativa de fuga em Dourados (MS), na madrugada deste domingo (28) (Foto: Batalhão de Choque/Divulgação)

Dois integrantes de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios foram mortos e um terceiro foi preso, após uma perseguição e troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, na madrugada deste domingo (28).

Segundo o Choque, policiais da unidade se deslocaram de Campo Grande até Dourados na sexta-feira (26) para participarem da operação "Adsumus", que significa ação presente, no município. Já na madrugada de domingo, uma equipe fazia rondas pelo bairro Canaã I, quando recebeu denuncia anônima de que três integrantes de um facção se preparavam para atacar membros de um grupo rival.

Com base nas informações recebidas, que detalhavam, inclusive, o carro que seria utilizado pelos suspeitos, um utilitário, os policiais passaram a monitorar a região, até que na rua Monte Alegre, se depararam com um veículo com as mesmas características, e que tinha dois homens na cabine e um terceiro na carroceria.

A unidade do Choque sinalizou para que o veículo parasse, mas o condutor do carro acelerou e foi perseguido pelos policiais. Durante a perseguição, o homem que estava na carroceria começou a atirar na viatura e os policiais responderam, disparando contra os suspeitos.

Após uma perseguição que passou por várias quadras, o condutor do utilitário perdeu o controle do veículo e bateu em uma árvore e depois em um muro. Em seguida, os três ocupantes saíram do veículo. Um deles saiu correndo em direção a um matagal, sendo perseguido pelos policiais e preso pouco depois.

Os outros dois suspeitos desceram do veículo com armas nas mãos e atirando nos policiais, que revidaram e os atingiram. Os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para socorrer os dois, mas eles não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Com os suspeitos foram apreendidas uma pistola 9 milímetros e um revólver calibre 32.

 
Armas e celular apreendidos com suspeitos mortos em troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, em Dourados, na madrugada deste domingo (28) (Foto: Batalhão de Choque/Divulgação) Armas e celular apreendidos com suspeitos mortos em troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, em Dourados, na madrugada deste domingo (28) (Foto: Batalhão de Choque/Divulgação)

O integrante preso revelou que o grupo recebeu ordens de um outro homem para que sequestrassem e matassem três integrantes de uma facção rival, que estavam no bairro Vila Rosa. Revelou ainda que já tinha participado há poucos dias do roubo de um veículo, no bairro Santa Maria, em Dourados, também sob o comando deste "chefe", e que tinha resultado em um lucro de R$ 2 mil.

Ele foi encaminhado para uma delegacia de Polícia Civil onde vai responder por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, associação criminosa, desobediência e resistência.

Envie seu Comentário