Ponta Porã, Sábado, 20 de janeiro de 2018
14/12/2017 15h40

Família procura por idoso de 72 anos que desapareceu de sítio há 16 dias.

O último contato dele com a família foi no dia 28 de novembro, por volta das 11 horas.

Douradosnews
 
 

Familiares do idoso Antônio Calos Pinta, morador da cidade de Selvíria, estão desesperados desde o seu sumiço, no fim do mês passado. O último contato dele com a família foi no dia 28 de novembro, por volta das 11 horas.

A esposa, Neide Rodrigues Pinto, de 59 anos, foi a última pessoa a conseguir falar com ele. O homem havia acabado de chegar no sítio da família, que fica na região rural do município, sentido Inocência, quando o último contato foi realizado por telefone.

"Minha mãe falou com ele e depois de quarenta minutos, quando tentou ligar novamente, já não conseguiu mais", afirmou Valdeir Carlos Pinto, 42, que mora na Capital, mas na noite do desaparecimento, viajou para a cidade para ajudar a mãe a procurar pelo pai.

Preocupados, os familiares estiveram no imóvel rural e encontraram a casa aberta e com a TV ligada. Objetos pessoais, a chave do carro e os documentos do idoso foram encontrados no local. "A principio nós achamos que ele fosse estar pelo pasto ou na mata ao redor, mas não encontramos".

Um boletim de ocorrência foi registrado na manhã do dia 30 de novembro. O Campo Grande News entrou em contato com a Polícia Civil do Município, mas o delegado responsável pelo caso está de férias e detalhes das investigações devem ser repassadas apenas na segunda-feira (18). Mesmo de longe, o delegado Fernando Furtado Mendonça Casati, acompanha as investigações da equipe.

Equipes do Corpo de Bombeiros e das policiais Civil e Militar, realizaram buscas na região logo nos primeiros dias do desaparecimento. Familiares distribuem cartazes com fotos e informações do idoso pelo município, e em cidades vizinhas, como Paranaíba, Inocência e Três Lagoas.

Envie seu Comentário