Ponta Porã, Domingo, 18 de fevereiro de 2018
17/01/2018 18h10

Ladrão 'de família' confessa furto e entrega mãe, irmãos e comparsas em Aquidauana.

Polícia Militar encaminhou 10 pessoas para a Delegacia Civil.

Top Mídia News
 
 
Entre os envolvidos está uma adolescente de 14 anos Foto: Divulgação PM. Entre os envolvidos está uma adolescente de 14 anos Foto: Divulgação PM.

A Polícia Militar desmantelou, na manhã desta quarta-feira (17), uma quadrilha que cometia furtos e receptações na região de Aquidauana. Os militares chegaram até os autores após um suspeito confessar o crime e entregar os comparsas. Dentre os 10 capturados, 1 era menor de idade e 4 são da mesma família.

Conforme informações policiais, um policial de folga estava na Nova Aquidauana quando foi abordado por um jovem, de 22 anos, que é velho conhecido da guarnição por cometer crimes no bairro. Luiz Antonio Soares Dias, chamado de Pai do Mato, teria confessado ao policial que havia praticado um furto em uma residência e estava disposto a entregar os comparsas, além de informar onde estariam os objetos.

A Polícia Militar foi acionada e o jovem apontou Pedro Henrique Martins da Costa, conhecido como Sapão, Rosangela Soares Dias, irmã de Pai do Mato, e uma adolescente, de 14 anos, como outros envolvidos nos delitos da região.

Quando a PM entrou na residência dos suspeitos, Sapão tentou se esconder embaixo da cama, mas acabou sendo preso com Rosangela e a adolescente. Os 3 teriam confessado participação nos furtos e revelado Luiz Eduardo dos Santos de Oliveira, de 18 anos, Carolaine Dias de Souza, de 20 anos, Maria Rosa Dias de Souza, 41 anos - irmã e mãe de Pai do Mato e Anilda da Silva, de 45 anos, como os receptores dos objetos furtados das residências.

Diante das informações, a PM conseguiu recuperar um botijão de gás, vendido por R$ 25, uma TV de 14 polegadas, vendida por R$ 80, e um liquidificador, adquirido por R$ 30. Um aparelho de som e uma bicicleta estariam com 2 outros envolvidos que não foram localizados. Todos os suspeitos e os objetos foram encaminhados para a Delegacia Civil de Aquidauana.

Envie seu Comentário