Ponta Porã, Domingo, 21 de janeiro de 2018
07/12/2017 15h20

Moradores temem onda de assaltos no Nossa Senhora das Graças.

Na tarde desta quarta-feira (06), um ladrão foi morto durante uma tentativa de assalto. Violência assusta moradores há pelo menos seis meses.

Campograndenews
 
 
Ciclista anda em rua onde ladrão foi morto em tentativa de assalto (Foto: André Bittar). Ciclista anda em rua onde ladrão foi morto em tentativa de assalto (Foto: André Bittar).

Os moradores do bairro Nossa Senhora das Graças, local onde um assaltante foi morto na tarde de ontem durante uma tentativa de invadir uma residência, estão se sentido desprotegidos com a onda de violência que atinge o bairro.

Na maioria dos casos, segundo os próprios cidadãos, os roubos acontecem em pontos de ônibus. "Chegaram duas pessoas em uma moto com uma arma em mãos e pediram minha bolsa e meu celular", lembra Bruna Lopes, de 18 anos.

A jovem foi assaltada há cerca de um mês enquanto saía da casa da tia para voltar para residência onde mora. "Era umas dez horas da noite. Levaram tudo, a bolsa foi encontrada depois, bem longe daqui".

A auxiliar de produção Evânia de Melo, de 37 anos, lembra que há aproximadamente uma semana houve uma cena parecida na esquina de casa. "Tentaram assaltar minhas vizinhas, eles vieram armados pedindo a moto delas. A sorte é que elas começaram a gritar e eles fugiram".

O marido de Evânia, Luiz de Castro, de 35 anos, passou pelo local da tentativa de assalto de ontem. "Na hora que eu vi, pensei até que era o dono da casa", lembra. Ele afirma que a violência no bairro é constante e imaginam que o grupo seja o mesmo que tentou roubar a moto de suas vizinhas.

Para a comerciante Adriana Prestes, 35, quem tem causado medo entre os moradores são pessoas que vivem na região. "Eu acho que deve ser pessoal do Santa Luzia, dos bairros aqui perto".

"Há umas duas semanas levaram o celular de um menino que estava no ponto de ônibus ali pra frente, era 16h e assaltaram o guri. Eles não têm mais medo", reclama a comerciante.

Envie seu Comentário