Ponta Porã, Quinta-feira, 26 de abril de 2018
29/12/2017 06h10

Seis ônibus são incendiados em Belo Horizonte e Contagem; ataques foram criminosos

Cada veículo atende, em média, 500 pessoas por dia e leva cerca de 180 dias pra ser substituído.

Agência Brasil
 
 
Ônibus são incendiados em BH. Foto: reprodução TV Globo Ônibus são incendiados em BH. Foto: reprodução TV Globo

Quatro ônibus coletivos foram incendiados em Belo Horizonte e dois em Contagem, desde a noite de quarta-feira (27) até a tarde desta quinta (28), em ataques criminosos. De acordo com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido, e, até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Em todos os casos, o modo de agir dos criminosos foi o mesmo. Dois ou três homens armados abordaram os veículos ordenaram que os ocupantes saíssem e atearam fogo usando gasolina. Em seguida, eles fugiam usando motos ou carros. Em um dos ataques, no bairro Goiânia, um dos criminosos entregou ao motorista do ônibus um bilhete antes de incendiar o veículo.

No bilhete, os autores afirmam que os incêndios são uma retaliação aos supostos abusos e maus-tratos que presos da penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, estariam sofrendo. Os criminosos ameaçam incendiar a capital mineira caso a direção e o governo do estado não tomem providências.

Em nota, a Secretaria de Estado e Administração Prisional afirmou que não é possível relacionar os ataques ao sistema prisional do estado até que as investigações da Polícia Civil sejam concluídas. Sobre a acusação de maus-tratos aos presos, a secretaria informou que todas as denúncias formalizadas são apuradas e, caso comprovadas, as devidas providências são tomadas.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte informou que, em 2017, 21 veículos foram incendiados. Em 2016, foram oito. Cada veículo atende, em média, 500 pessoas por dia e leva cerca de 180 dias pra ser substituído.

Envie seu Comentário