Ponta Porã, Terça-feira, 30 de maio de 2017
20/04/2017 14h40

Câmara de Vereadores de Ponta Porã trabalha para diminuir taxa de coleta de lixo

Nas últimas sessões, os vereadores estiveram em busca de soluções juntamente com o Poder Executivo para resolver a falta de coleta de lixo

Divulgação
 
 
Foto: Lecio Aguillera Foto: Lecio Aguillera

Os vereadores da Câmara Municipal de Ponta Porã falaram durante a sessão ordinária desta terça-feira, 18 de abril, que o dilema sobre a coleta de lixo está chegando ao fim. De acordo com os parlamentares, após a Prefeitura efetuar a compra dos cinco caminhões para efetuar este serviço no município, todos os bairros serão atendidos de maneira satisfatória.

Nas últimas sessões, os vereadores estiveram em busca de soluções juntamente com o Poder Executivo para resolver a falta de coleta de lixo, um problema que já se alastrava desde a administração anterior. Durante a sessão desta terça, os vereadores afirmaram que o prefeito, Hélio Peluffo, está trabalhando arduamente para atender toda a demanda e a coleta está sendo realizada em várias regiões da cidade. "O Poder Executivo cancelou o contrato com a empresa que prestava este serviço, agora a coleta de lixo foi retomada pela Prefeitura. O próximo passo entre a Câmara Municipal e a Prefeitura será rever o valor da taxa da coleta", disse a Mesa Diretora.

Durante a sessão, o presidente da Associação dos Agricultores Familiar P.A. Rosalvo Rocha Rodrigues, do Grupo FAF, Abraão Gomes da Silva, utilizou a tribuna para pedir apoio aos 17 vereadores para a produção de uma cartilha informativa a respeito da reforma agrária, para ser distribuída nas escolas municipais de Ponta Porã. "O Assentamento Itamarati é um local que contribui de várias maneiras para a região, inclusive economicamente ao Brasil e Paraguai, porém infelizmente muitos não conhecem a luta pela reforma agrária. Em união com várias autoridades municipais, estaduais e federais, nós podemos sentar para debater e discutir a elaboração dessa cartilha no dia 30 de novembro, data em que se comemora o Dia da Reforma Agrária", concluiu.

Ao final da sessão, o vereador Marcelino Nunes de Oliveira informou sua ida para a Secretaria Municipal de Segurança Pública. O parlamentar disse que seu gabinete estará de portas abertas para receber as reivindicações dos vereadores e que trabalhará para a Guarda Civil Municipal contribuir para a diminuição da criminalidade no município. "Com a minha ida para a Secretaria Municipal de Segurança Pública minha cadeira será ocupada pelo suplente, Laercio Martins, que já foi vereador nesta Casa de Leis. Comunico aos meus nobres colegas, que mesmo ocupando o cargo de secretário, se assim for da vontade do prefeito, continuarei atendendo as demandas da população e afirmo que as prioridades serão as indicações dos vereadores", concluiu.

Envie seu Comentário