Ponta Porã, Segunda-feira, 23 de abril de 2018
28/11/2017 09h30

Clima tenso: Sindicalistas invadem Assembleia e PM usa bomba de efeito moral

A Assembleia Legislativa e a Governadoria amanheceram cercadas de policiais militares.

Campograndenews
 
 
Tropa de choque da PM na frente da Assembleia. (Foto: Mirian Machado). Tropa de choque da PM na frente da Assembleia. (Foto: Mirian Machado).

Protestantes que ficaram do lado de fora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul invadiram o prédio há pouco. Policiais da tropa de choque tentaram impedir, utilizando bomba de efeito moral e cacetete, mesmo assim parte dos manifestantes entrou no prédio.

Eles são contrários ao projeto de reforma Previdenciária, cuja votação em segunda discussão está prevista para esta manhã.

 
Vidro da porta de entrada quebrou durante a invasão. (Foto: Mirian Machado). Vidro da porta de entrada quebrou durante a invasão. (Foto: Mirian Machado).

Com a invasão, as grades que cercavam o prédio foram derrubadas e parte do vidro da porta de entrada foi quebrada.

Agora, ninguém entra e nem sai da Assembleia. A cavalaria da Polícia Militar fez um corredor no pátio.

Segurança - A Assembleia Legislativa e a Governadoria amanheceram cercadas de policiais militares nesta terça-feira (28). Alguns manifestantes dormiram dentro da sede do Legislativo estadual já prevendo que uma "tropa de choque" seria enviada à casa de leis para "controlar" protestos no dia que deputados estaduais marcaram para votar a reforma da Previdência proposta pelo Governo de Mato Grosso do Sul.

Envie seu Comentário