Ponta Porã, Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
30/11/2017 08h20

"Não lido com popularidade, lido com responsabilidades", diz Reinaldo

Após Assembleia aprovar mudanças na Previdência estadual, governador afirma que adotará as medidas necessárias para evitar que o Estado sucumba.

Campograndenews
 
 
Reinaldo afirma não temer adotar medidas impopulares para evitar prejuízos a MS. (Foto: Chico Ribeiro/Segov) Reinaldo afirma não temer adotar medidas impopulares para evitar prejuízos a MS. (Foto: Chico Ribeiro/Segov)

Como exemplo de pautas com potencial de atingir a imagem que a sociedade têm do governo, Reinaldo citou a reforma administrativa –que enxugou o número de secretarias, a partir da unificação de órgãos da gestão pública– e a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que instituiu um teto de gastos na gestão estadual. "Estou olhando para daqui a 10 anos", disse.

Ordem – O governador também comentou as afirmações da direção da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional de Mato Grosso do Sul), que ameaça ir à Justiça contra a reforma recém-aprovada. Embora tenha afirmado ser um direito da instituição questionar a proposta, também pediu outras ações da Ordem voltadas ao sistema previdenciário estadual.

"Para mim, a OAB deveria também analisar os processos de aposentadorias que foram pagas desde o passado, que a sociedade paga", disparou Reinaldo. O governador também avaliou serem importantes as apurações propostas na Assembleia sobre a previdência estadual. "Tudo o que for para investigar a previdência é importante".

Após a aprovação da reforma da previdência na terça-feira, a bancada do PT no Legislativo estadual ventilou pedir a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre a Ageprev (Agência Estadual de Previdência de Mato Grosso do Sul).

Após iniciar a coleta de assinaturas, porém, os parlamentares decidiram mudar a estratégia e solicitar uma auditoria nas contas da previdência sul-mato-grossense –que seria mais rápida e não sofreria com o recesso parlamentar, obrigando-a a suspender os trabalhos em dezembro e ser reaberta em 2018.

Envie seu Comentário