Ponta Porã, Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
06/09/2017 16h

Otaviano Cardoso defende construção de Centro de Educação Profissional em Ponta Porã

Otaviano Cardoso justificou o pedido afirmando que a referida indicação visa beneficiar os moradores do município

Divulgação: Dora Nunes
 
 

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, vereador Otaviano Cardoso, apresentou uma indicação durante a sessão ordinária de terça-feira, 05 de setembro, endereçada ao prefeito, Hélio Peluffo, com cópia ao governador, Reinaldo Azambuja, ao deputado estadual, Flávio Kayatt, e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, solicitando a criação de um Centro de Educação Profissional em Ponta Porã, oferecendo cursos técnicos profissionalizantes, a fim de ampliar e melhorar a qualificação profissional no município.

Otaviano Cardoso justificou o pedido afirmando que a referida indicação visa beneficiar os moradores do município. "Tendo em vista que com a criação do centro poderão ser ofertados cursos técnicos profissionalizantes, a fim de prepará-los para a inserção no mercado de trabalho, o qual se torna cada dia mais competitivo, além de contribuir para a elevação dos níveis de escolarização da população, por meio de cursos que integram educação, trabalho, ciência e tecnologia", explanou.

O presidente da Câmara entende que, além disso, o centro representará um avanço enorme na educação profissionalizante. "Os jovens terão a oportunidade de se preparar para a vida profissional, de alcançar mais um degrau para depois chegar ao ensino superior. Assim, este vereador espera o atendimento desta indicação o mais breve possível", argumentou.

Escola

O presidente do Legislativo Municipal também apresentou indicação endereçada ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, com cópia à secretária municipal de Educação, Professora Leny Klais, solicitando a instalação de um bebedouro na Escola Municipal Manoel Martins.

Otaviano Cardoso disse que a referida solicitação visa atender os estudantes da aludida instituição escolar. "Pela falta do bebedouro os estudantes utilizam um lavatório em condições insalubres para este fim, considerando que neste são lavados até panos de chão, situação que pode ocasionar riscos à saúde dos alunos, pelo fato de ficarem mais suscetíveis à contaminações devido ao local impróprio para hidratação.

Desta forma, tal solicitação visa beneficiar os alunos e funcionários da unidade escolar, proporcionando melhores condições de estudo e qualidade de vida", justificou o presidente da Casa de Leis.

Envie seu Comentário