Ponta Porã, Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
25/12/2017 06h40

Subsecretaria da Mulher quer estender trabalho com municípios de MS em 2018

Neste ano, trabalho resultou no aumento de 50% no número de coordenadorias municipais e meta é ampliar atuação a mais 10 municípios.

Portal do MS
 
 

Estender o trabalho de criação e fortalecimento das coordenadorias municipais para otimizar as ações e programas pela defesa dos direitos das mulheres é uma das metas da Subsecretaria de Políticas Públicas para as Mulheres para o ano de 2018. A proposta é aumentar a atuação para mais 10 cidades.

Segundo a subsecretaria, Luciana Azambuja, em 2017 houve aumento de 50% no número de coordenadorias em relação ao início da gestão estadual, em 2015. Atualmente, são 34 unidades no interior do Estado coordenadas por suas respectivas prefeituras.

O estabelecimento desse departamento na gestão municipal é imprescindível para iniciar o trabalho de estruturação das políticas públicas em cada município. "Não envolve custos e dá a população de mulheres – que é mais de 51% da população total de Mato Grosso do Sul – uma pasta que cuida de suas necessidades específicas", ressalta.

A subsecretaria estadual oferece aos municípios todo o suporte na criação e estruturação das coordenadorias, inclusive, na elaboração de seu decreto de criação. "É o começo do processo de implantação de políticas transversais que beneficiem as mulheres", explica.

De acordo com ela, a criação de pontos focais em cada cidade é importante inclusive para que as ações sejam desenvolvidas considerado as características de cada região do Estado. Como exemplo de política pública destinada a combater a desigualdade de gêneros, ela menciona atenção a questões como a criação de creches para que as mães tenham onde deixar os filhos com segurança e ter independência financeira; acesso a saúde com exames específicos para diagnosticar doenças que acometem o público feminino; e até questões como educação inclusiva.

"Nosso trabalho é para levar as ações de governo em prol das mulheres para os 79 municípios, mas a premissa é que tenha a coordenadoria para que a gente possa investir tempo e recurso de forma direcionada e otimizada", enfatiza.

Envie seu Comentário