Ponta Porã, Domingo, 22 de outubro de 2017
12/08/2017 07h10

Hospital Regional comemora Dia dos Pais com café da manhã e serviços de barbearia para pacientes

Fazer barba e cabelo com serviços de barbearia é uma grande nostalgia, e para a maioria dos homens, e representa voltar às origens.

Divulgação (TP)
 
 
Foto: Divulgação (L2M) Foto: Divulgação (L2M)

A equipe de humanização do Hospital Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã) realizou ação em comemoração ao Dia dos Pais. Foi servido café da manhã aos pacientes internados nas enfermarias da ortopedia e da clínica médica, entregues lembrancinhas e também ganharam cortes de cabelo e barba, feitos por dois barbeiros solidários que aceitaram o convite para participar. O objetivo foi oferecer momentos agradáveis e, sobretudo, elevar a autoestima dos pacientes que vão passar o domingo dos Pais distante da família.

"Quando o pessoal do Hospital nos contatou, aceitamos imediatamente o convite, até porque sempre tivemos vontade de participar desse tipo de ação e essa é mais que especial. Passar o Dia dos Pais internado não deve ser nada fácil para esses pacientes, mas vir aqui e poder tornar o dia deles mais feliz é uma experiência muito gratificante", conta Marcelo Brum Sobrinho, sócio da barbearia Quixote em Ponta Porã.

Fazer barba e cabelo com serviços de barbearia é uma grande nostalgia, e para a maioria dos homens, e representa voltar às origens. O aposentado Ramão Tobias da Silva, de 59, tem problemas de diabetes, é morador em Ponta Porã e está internado na Clínica Médica há oito dias. Ele conta que jamais imaginou que teria a oportunidade de fazer a barba com um barbeiro.

"A gente é simples nunca teve oportunidade de cortar o cabelo e fazer a barba com um barbeiro. Minha vontade era de não estar no Hospital e passar estar junto dos meus filhos nesse domingo, mas eu estou sendo muito bem tratado, estou feliz aqui também e eu não tenho do que reclamar, só agradecer", diz.

Adelino Cáceres, 55 anos, tem oito filhos, também morador em Ponta Porã, e não escondeu a alegria de poder compartilhar com os amigos de quarto um dia festivo para todos os pais. "Eu gostei demais, me sinto muito mais jovem e bonito. Quero parabenizar o Hospital por essa atitude tão carinhosa com a gente".

 
Foto: Divulgação (L2M) Foto: Divulgação (L2M)

Investindo na autoestima de pacientes

De acordo com o Ministério da Saúde, a Política Nacional de Humanização serve para efetivar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) no cotidiano das práticas de atenção e gestão, incentivando trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários. Desde o inicio de sua gestão em setembro do ano passado, o Instituto Gerir, organização social que administra do Hospital, vem desenvolvendo atividades que priorizam a agilidade, a eficiência e a humanização no atendimento da entidade. Na semana passada o Hospital realizou atividade semelhante atendendo pacientes mulheres. Atitudes simples, mas que fazem a diferença no que diz respeito à autoestima. Em ambas as ações, muitos pacientes não puderam participar devido da condição de enfermidade. Dessa vez a equipe de humanização acompanhou os barbeiros para atender alguns pacientes acamados e a reação deles foi de extrema alegria. Benjamin Cassimiro, aposentado de 74 anos, morador de Sete Quedas, está internado na clínica ortopédica há um mês. Ele foi um dos pacientes que teve cabelo e barba feitos em seu leito. O aposentado disse que se sentiu muito amado por todos, visto que toda sua família é moradora no sul do Brasil.

Para a coordenadora do Núcleo de Educação Permanente e Humanização em Saúde – NEPH do Hospital, Mariana Euzébio, essas ações servem para mostrar que é possível oferecer momentos de prazer e alegria em ambiente hospitalar. "Acredito que quando proporcionamos esse tipo de atividades, estamos aliviando o estresse causado pela hospitalização. E comemorar ao lado do cliente datas especiais como o Dia dos Pais, é criar vínculos e fortalecer laços de amizade, enfim resgatar valores", conclui.

Envie seu Comentário