Ponta Porã, Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018
22/01/2018 13h20

Palestra sobre prevenção da febre amarela reúne profissionais de saúde de Ponta Porã

Médico infectologista do hospital Dr. José de Simone Netto orientou os profissionais de saúde sobre o tema.

 
 

O médico infectologista Pablo Marinho Custodio, da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, ministrou palestra sobre a febre amarela, na quinta-feira (17), no auditório do Núcleo de Centro Regional De Especialidades Dr. João Kayatt.

O treinamento, realizado a convite da Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Porã, foi destinado a todos os profissionais da saúde do município, com o objetivo de atualizar informações sobre a doença que se tornou epidemia em algumas regiões do Brasil, e também pelo aumento do número de estudantes de outros estados que se mudaram para as cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

Durante a palestra, o infectologista explicou sobre a prevenção, imunização, vacinação, e alertou os profissionais para que fiquem atentos aos sintomas da população, principalmente neste período de chuvas. Mesmo não sendo uma região de risco e distante dos principais focos da doença, é bom ficar atento, orientou Pablo.

"É importante levar a informação, justamente para realizar um serviço de prevenção. Por mais que essa não seja a realidade do município hoje, estarmos alertas para adotar medidas que antecipem essa situação que o País vive. É um momento de grande importância para definir medidas de saúde pública, para que as condições aqui do município não sejam iguais às outras cidades do país onde estão acontecendo os surtos" explicou.

Foram abordados os tipos de febre amarela existente, e sobre o mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue, a chikungunya e a zika. O mosquito pode ficar de 4 a 6 semanas com o vírus e propagar a doença neste período, alertou. O médico informou que o Hospital Regional de Ponta Porã irá divulgar um modelo de fluxograma para orientar as formas de tratamento de pacientes de febre amarela.

Os funcionários do Hospital Regional de Ponta Porã também participaram da palestra. Tiago Alves é enfermeiro da CCIH do hospital e considerou a apresentação muito satisfatória para o trabalho no HR ."A palestra foi ótima e veio a calhar com o que estamos vivendo no nosso país e também para acalmar os ânimos da população de Ponta Porã. É uma questão de saúde pública e nesses últimos dias, teve um aumento da procura pela vacina aqui no hospital, foi muito esclarecedor para todos", afirmou.

O enfermeiro Diógenes Oliveira, do setor de Estratégia de Saúde da Família (ESF) também compareceu ao evento. "Eu achei muito importante, pois esclareceu diversos assuntos sobre a doença e também sobre ao esquema vacinal, e nós profissionais mesmo tínhamos algumas dúvidas. Como o doutor falou, não precisamos nos alarmar, mas ficar atentos e prestar atenção aos sintomas", concluiu.

Envie seu Comentário