Ponta Porã, Quinta-feira, 19 de abril de 2018
28/08/2017 05h40

Em vídeo, médico reclama do plantão em UPA: "não sou mágico"

Ele orienta acionarem ouvidoria para fazer queixa sobre demora

Correio do Estado
 
 
Pacientes são orientados a procurarem ouvidoria - Foto: Reprodução Pacientes são orientados a procurarem ouvidoria - Foto: Reprodução

Vídeo que está circulando em grupos do WhatsApp mostra médico reclamando de plantão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Leblon em Campo Grande.

Nas imagens não é possível ver o profissional, mas o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) confirma ter sido informado que foram gravadas no local.

"Estou atendendo. Sou um só. Não sou mágico, sou médico", declara o profissional em tentativa de explicar aos pacientes a demora no atendimento.

Ele ainda orienta as pessoas que estão aguardando a ligarem para algum vereador conhecido, para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ou para ouvidoria para reclamar do tempo de espera.

Com base nas afirmações do médico é possível deduzir que esteja reclamando do "plantão Cinderela", mecanismo criado pela Sesau em que a quantidade de profissionais é reduzida durante a madrugada por ser período de menor movimento.

"Não vou pedir paciência porque eu não teria. Meus pais usam SUS, mas não esse modelo horroroso que usamos aqui", finaliza o médico.

Sobre o plantão Cinderela, o titular da Sesau, Marcelo Vilela, respondeu que "foi negociado com a categoria e já está estatisticamente comprovado que os atendimentos na urgência e emergência caem 75% na madrugada".

Sobre a reclamação do profissional Vilela disse considerar normal. "Quando tem mudança sempre alguém reclama. É preciso um tempo para se adequarem", finalizou.

PLANTÃO CINDERELA

O chamado "plantão Cinderela", que começou no último dia 21, tem 6h de duração. Ou seja, antes, o profissional ficava 12h na unidade. Porém, como o período é de menor movimento, muitos apenas dormiam no local, sem realizar atendimentos, de acordo com a Sesau. Agora, a mesma quantidade de profissionais que já atuavam nos locais entrará às 19h e sairá à 1h, e outra equipe segue da 1h às 7h.

Envie seu Comentário