Ponta Porã, Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
10/08/2017 06h30

Governos injetam recursos na habitação e Amambai tem garantia de 135 casas populares

O Programa Habitacional é Financiado e Subsidiado pelo FGTS e por meio do projeto estadual Lote Urbanizado.

Portal MS
 
 
Foto: Chico Ribeiro Foto: Chico Ribeiro

Sessenta e sete famílias de Amambai estão prestes a trocar o aluguel pela casa própria. Elas serão beneficiadas pelos governos estadual, municipal e federal com a construção de 135 unidades habitacionais na cidade, construídas por meio do Programa Habitacional Financiado e Subsidiado – FGTS e por meio do projeto estadual Lote Urbanizado.

Nessa terça-feira (8.8), o governador Reinaldo Azambuja visitou o município e autorizou a construção de 39 unidades habitacionais do programa FGTS no conjunto habitacional Caiuás. Ele ainda liberou o início da construção de 28 unidades habitacionais no Loteamento Pôr do Sol II, do Lote Urbanizado.

"Estou com uma expectativa muito boa, muito feliz e ansiosa. Sempre paguei aluguel e agora que consegui essa oportunidade vou poder investir o dinheiro do aluguel em algo que é meu", disse a dona de casa Olga de Andrade, 58 anos, uma das pessoas que assinou com a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab) o contrato para construção da moradia no Loteamento Pôr do Sol.

 
Dona Olga e o filho Lucas depois da assinatura para construção das casas do Lote Urbanizado.
Foto: Chico Ribeiro Dona Olga e o filho Lucas depois da assinatura para construção das casas do Lote Urbanizado.
Foto: Chico Ribeiro

Lote Urbanizado

Pelas regras do programa Lote Urbanizado, a prefeitura doa os terrenos com infraestrutura básica (água, energia, arruamento e iluminação pública), o Governo do Estado constrói as bases residenciais de 42,56m² (executada para comportar dois quartos, sala/cozinha e banheiro) e o beneficiário fica responsável pela edificação do restante da moradia.

Ao todo, o Programa Lote Urbanizado projeta a construção de 78 casas em Amambai. "Além das 28 já autorizadas, estamos preparando a licitação de mais 50 bases", falou o governador Reinaldo Azambuja. Nas bases residenciais

das 28 casas, o Governo do Estado investiu R$ 307 mil.

Programa FGTS

Por meio do Programa Habitacional Financiado e Subsidiado – FGTS, Amambai tem a garantia da construção de 39 casas populares no Conjunto Habitacional Caiuás, na Rua Sete de Setembro. Segundo a Agehab, o projeto de outras 18 residências está em análise.

O total de investimento é de R$ 4 milhões, sendo R$ 2,8 milhões da União, R$ 1 milhão do Governo do Estado e R$ 167,4 mil da Prefeitura Municipal.

Envie seu Comentário