Ponta Porã, Sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
11/12/2017 15h40

Nível do rio Miranda continua acima de 7 metros e Defesa Civil de MS avalia estragos.

Segundo a Defesa Civil Estadual o nível está neste momento a 7,16 metros, sendo que o normal é de 2,5 metros.

G1MS
 
 
Cheia do rio Miranda, em Miranda (MS), fez vários moradores deixarem suas casas e buscarem abrigo com amigos e familiares (Foto: Osni Miranda/TV Morena). Cheia do rio Miranda, em Miranda (MS), fez vários moradores deixarem suas casas e buscarem abrigo com amigos e familiares (Foto: Osni Miranda/TV Morena).

Defesa Civil retorna ao município de Miranda, a 195 km de Campo Grande, para avaliar os estragos causados pela cheia do rio, que leva o mesmo nome. Segundo o tenente Jeferson Albuquerque, o nível está neste momento a 7,16 metros, sendo que o normal é de 2,5 metros.

A alta por conta das intensas chuvas começaram em novembro, um mês antes do esperado pelos moradores da região. Na madrugada do dia 8 de dezembro, por exemplo, o nível do rio Miranda chegou a 7,38 metros.

"As chuvas fortes nos município de Bonito, Jardim e Nioque, que são as nascentes, fazem com que ele continue nesse patamar. Nós fazemos um monitoramento por satélite dos 79 municípios do estado e este é o problema que mantém tantas famílias desalojadas e desabrigadas", ressaltou o tenente.

Ao todo, de acordo com Albuquerque, são 9.893 pessoas e 8 municípios em estado de emergência: sete por chuva intensa, como Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado e Tacuru. Já a cidade de Coronel Sapucaia foi atingida por um vendaval no dia 1° de outubro deste ano.

Decreto

Na última sexta (8), a prefeita de Miranda, Marlene de Matos Bossay, decretou situação de emergência no município em razão dos estragos provocados pelo excesso de chuva, como alagamentos em rios e córregos e danos em estradas, pontes e tubulações. O decreto foi publicado no Diário Oficial do município e segue agora para homologação de Defesa Civil estadual.

De acordo com o decreto, desde dezembro o município vem sendo atingidos por chuvas intensas. As precipitações provocaram a elevação de cursos de água como rio Miranda, provocando inundações nas áreas urbana e rural de Miranda, inclusive, desabrigando e desalojando moradores.

Com a decretação de emergência, o município pode convocar voluntários para ajudar nas ações de auxílio a população e para conter os estragos e ainda poderá fazer a compra, sem licitação, de produtos e serviços necessários para dar uma resposta ao desastre.

Envie seu Comentário