Ponta Porã, Sábado, 20 de janeiro de 2018
16/12/2017 07h40

'O Outro Lado do Paraíso': Duda fala com Adriana e não a reconhece. 'É familiar'

Advogada, filha da dona do bordel a defenderá quando ela for presa pela morte de Laerte (Raphael Vianna).

Purepeople
 
 
Duda (Gloria Pires) e Adriana (Julia Dalavia) se reencontram após 10 anos longe uma da outra e não se reconhecem, na novela 'O Outro Lado do Paraíso'
© Divulgação, Raquel Cunha / TV Globo Duda (Gloria Pires) e Adriana (Julia Dalavia) se reencontram após 10 anos longe uma da outra e não se reconhecem, na novela 'O Outro Lado do Paraíso'
© Divulgação, Raquel Cunha / TV Globo

Após 10 anos afastada de sua casa, Duda (Gloria Pires) vai rever Adriana (Julia Dalavia) na novela "O Outro Lado do Paraíso" mas as duas não vão se reconhecer. A herdeira do diplomata Henrique (Emílio de Mello) recebe ajuda do avô, Natanael (Juca de Oliveira) - mentor do plano de falsa morte para afastar a nora de sua família -, para trabalhar no escritório de Patrick (Thiago Fragoso) e é escalada para defender a suposta assassina de Laerte (Raphael Viana). As cenas estão previstas para irem ao ar a partir do dia 9 de janeiro.

De acordo com as informações do colunista Daniel Castro, o destino de Duda e Adriana já fica fadado a se cruzar quando a sócia de Gustavo (Luis Melo) no bordel resolve se acusar pela morte do segurança de seu estabelecimento para livrar Clara (Bianca Bin), sua primeira filha, da polícia, já que a milionária encontra o corpo e altera o local do crime após Sophia (Marieta Severo) ter matado Laerte usando uma tesoura. Como gratidão, a amiga de Patrick pede que ele seja o representante legal de Duda e Adriana é convocada para ajudá-lo.

Em seu primeiro encontro com a prisioneira, Adriana mostra seu espanto por, mesmo não lembrando de onde, achar que conhece Duda. "Estranho. Você me é familiar", diz a funcionária de Patrick. "Você também me é familiar", confirma a mulher que vai esconder de todos que Clara também é sua filha por ter vergonha de si. Duda desconversa, afirmando que a sensação pode ser uma impressão das duas e a jovem concorda. "Certamente. Sou do Rio de Janeiro. Pelo que soube, a senhora morava em Pedra Santa, interior do Tocantins", diz a advogada, se identificando: "Ah, não me apresentei ainda. Meu nome é Adriana". O nome deixa Duda assustada. "Adriana", reflete, e a filha reitera: "Sim, Adriana". Duda, então, percebendo a expressão confusa de sua filha com Henrique se explica de forma nervosa para ela: "Tive uma amiga de infância chamada Adriana".

Envie seu Comentário