19/01/2018 14h40

O evangelho de Cristo, por Eloir Vieira

O evangelho de Cristo, por Eloir Vieira

Divulgação: Dora Nunes
 
 

"Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu" (Rm 1.21).

O evangelho de Jesus Cristo não ensina acumular riquezas na terra: "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam" (Mt 6.19); "E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundancia do que possui" (Lc 12.15). Mandou sim, se desapegar das riquezas e seguir a Jesus: "E, quando Jesus ouviu isso, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa: vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me" (Lc 18.22).

O evangelho de Jesus ensina a não andar ansioso nem mesmo pelo comer ou pelo beber ou pelo que vai vestir amanhã: "Por isso, vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta?" (Mt 6.25). Jesus continuou dizendo "em outras palavras": "Se o Pai Celestial sustenta até as aves do céu", acrescento: os animais da terra que, "não plantam nem colhem seu sustento e Deus os alimenta, não abençoaria a vós, que muito mais valor do que elas têm? Se os animais e aves e peixes são alimentados sem produzir seu sustento, quanto mais os humanos que trabalham e administram o que ganham, tem tudo o que precisam para viver! Veja Mt 6.26 a 32).

O conselho de Jesus é este: "Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas" (Mt 6.33). Porque o Reino de Deus não consiste em coisas naturais, mas, espirituais; o evangelho ensina se arrepender dos pecados e se desapegar de coisas materiais: "Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo" (Rm 14.17), ou seja: O Reino de Deus não consiste em adquirir dinheiro e outros bens materiais, perecíveis!

Portanto, o evangelho de Cristo não foi deixado para ser usado como ferramenta para se adquirir riquezas, mas, para ensinar o crente em Cristo, que deve viver em santificação e paz com todos (Hb 12.14). Quanto ao financeiro, é só trabalhar, que Deus abençoa! E nisto, não somente os crentes, mas os justos e injustos (Mt 5.45). Entretanto, no Reino de Deus só entrarão os que creem e se arrependem dos seus pecados. E o arrependimento consiste em se converter de todas as práticas pecaminosas! Não basta achar que, por fazer obras de caridade e amor ao próximo, continuando no pecado, será salvo! Porque a salvação não é por obras, mas pela fé. E os da fé, se convertem!

Envie seu Comentário