Confira Informe JN

Jornal de Notícias

16/04/2019 15h - DN

 

PESOS PESADOS

  • Todo o alto comando das forças de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul participou da reunião na Câmara Municipal de Ponta Porã, quinta-feira da semana passada. Só tinha peso pesado e muita gente falando grosso. O evento foi promovido pelos poderes Executivo e Legislativo do município que não suportam mais conviver com esse atual clima de terror que assola a nossa estimada Princesinha dos Ervais.

  • Segundo consta, as providências para acabar com a violência em Ponta Porã deverão ser tomadas imediatamente. Tem gente que não acredita nos compromissos assumidos pela alta cúpula dos organismos policiais do Estado. Particularmente, eu prefiro dar um crédito para quem de fato pode enfrentar a bandidagem e acabar de vez com toda aflição da população pontaporanense.

DECISÃO

  • Presidente Jair Bolsonaro já decidiu: este ano não haverá "Horário de Verão". Todo mundo vai gostar porque essa mudança de horário não estava agradando quase ninguém. Só que a oposição já está gritando que essa é a grande obra de Bolsonaro até agora. Calma pessoal! Para quem esperou tanto até agora não custa nada esperar um pouco mais. Primeiro vamos aguardar o Coringão ser campeão brasileiro outra vez, naturalmente contra a vontade do palmeirense manda-chuva lá no Palácio do Planalto.

  • Falar nisso, esta semana eu conversei muito com um jornalista bitola larga que visitou a nossa redação e ele demonstrou todo o seu desencanto com relação ao futuro do Brasil nas mãos de Bolsonaro. Em alguns pontos acho que ele tem razão, mas no conjunto da obra o meu colega parece estar um pouco equivocado. Tenho a impressão que ainda é muito cedo para uma avaliação mais segura a respeito do Governo Bolsonaro. Por enquanto ainda é uma incógnita.

  • Por outro lado, gostei muito, aplaudi e fiquei empolgado com a atuação do ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. O homem é topetudo e não tem medo de cara feia. No debate sobre a Reforma da Previdência ele enfrentou praticamente sozinho os deputados da oposição (PT, PSOL, REDE) e fez o desrespeitoso petista Zeca Dirceu engolir seco, com pregos e borrachas as ofensas recebidas. Não só o mal-educado do deputado do PT, mas todos os parlamentares da oposição enfiaram a viola no saco de papel e calaram-se de vez. Até os jornalistas que estavam cobrindo a sessão aplaudiram o ministro.

CANELADAS

  • Verdade seja dita: de canelada em canelada entre os membros do Congresso Nacional, a equipe de Bolsonaro – e ele próprio – vão pegando o jeito da coisa e acertando os ponteiros. Pintando algum problema, o vice Hamilton Mourão, com farda de general, estará pronto para colocar as coisas em seus devidos lugares. Não se trata de nenhuma profecia.

  • Falar em profecia, também esta semana um cidadão ligado ao agronegócio e ao setor empresarial afirmou de pés juntos e uma cuia de chimarrão nas mãos, que o nosso famoso Anel Viário não será construído este ano por vários motivos que eu não levei muito a sério. Uma declaração, porém, do meu informante me deixou preocupado. Ele disse: "o governador Reinaldo está levando todo mundo na conversa. Desde o prefeito Hélio Peluffo, a imprensa e a população de Ponta Porã". Pensei... o governador não teria motivos para fazer isso. Decidi: vou acreditar no governador Reinaldo Azambuja e prever que esse Anel Viário estará pronto, ou quase isso, até o final do ano. Amém!

ZÉ DA VIOLA

  • Faz muito tempo que eu não vejo o Zé da Viola, que não converso com ele e nem sei se ele mora aqui na fronteira ou em Campo Grande. O que estranho é essa cotação popular do seu nome para disputar a Prefeitura de Ponta Porã. Um aviso para o vereador Wanderlei Avelino (PSDB): abra o olho vereador! Aí na Vila Áurea só dá Zé da Viola. Das duas, uma Wanderlei: você aprende a tocar viola de dez cordas ou peça para o Secretário de Obras da Prefeitura consertar logo as ruas e avenidas desse populoso bairro.

CANDIDATA

  • No último final de semana encontramos a professora Lourdes Monteiro Godoy num restaurante da cidade e ela parecia muito disposta e feliz. Numa rápida troca de palavras pude captar que a Lourdes será candidatíssima nas eleições do ano que vem. Ficou a dúvida: ela seria candidata a prefeita de Ponta Porã ou vereadora? O motivo da dúvida seria porque aqui na minha agenda consta que o empresário, pecuarista e ex-deputado José Carlos Monteiro (irmão da Lourdes) será candidato a prefeito de Ponta Porã em 2020.

  • Como o assunto agora é a eleição para a Prefeitura da Princesinha dos Ervais, cabe aqui uma pergunta: que apito vai assoprar o vice-prefeito Caio Augusto, quando os meios políticos na cidade comentam que o vice de Helinho no projeto da sua reeleição, será outro bitola larga de estrela na testa. Em virtude de que a projeção de Caio Augusto aumentou muito com o seu status de vice-presidente estadual do PSD, o partido do senador Nelsinho e do deputado federal Fábio Trad. Por tudo isso e outros convenientes, o articulado Caio Augusto não deverá deixar barato nas próximas eleições municipais. Será que ele poderá enfrentar o chefe nas urnas? Quem duvida!

J. N. Oliveira

jndeoliveira@jnnoticiaspp.com.br

Envie seu Comentário