12/05/2018 05h30

Leia a Coluna Informe J.N. com jornalista João Natalício (12/05)

Cabaceira do Apa poderá pertencer ao Municipio de Nova Itamarati.

Jornal de Noticias
 
 

INFORME JN

RIO DE JANEIRO

  • Não há como negar que o Rio de Janeiro continua lindo e não deixou de ser a "Cidade Maravilhosa", agora com mais um adjetivo: "Maravilhosa e perigosa". A diferença com a nossa fronteira em relação à violência é que a arma preferida da bandidagem é a pistola 9mm e nas favelas do Rio é o fuzil e metralhadora.

  • Por aqui morre gente por dívida de tráfico, morte encomendada por outros motivos, mas lá no Rio de Janeiro as mortes são frutos de tiroteios entre facções criminosas que são muitas, troca de tiros entre as forças de segurança e bandidos e como resultado de balas perdidas. Convém destacar que os cariocas acostumados com praias, Maracanã, samba e carnaval já estão se habituando aos tiroteios e a correria nos morros para escapar da fúria da Polícia e das ameaças das milícias e dos traficantes.

  • Convém informar que o Rio de Janeiro de uma maneira geral, ao contrário daquilo que se vê na televisão, não está lamentando muito a morte da vereadora Marielle. Foi um bárbaro e covarde crime igual a tantos outros que acontecem na agora "Cidade Perigosa".

  • Um taxista experiente e com muitos anos nas ruas e avenidas do Rio de Janeiro, me disse a caminho do aeroporto, que muita gente de bem estranhou o carnaval que a imprensa brasileira fez com a morte da vereadora do PSOL e não deu qualquer destaque aos 41 policiais assassinados, muitos deles também de maneira cruel, quase todos no exercício da profissão.

OLHOS DA CARA

  • Não dá para viajar mais de avião para lugar algum. Não por culpa das companhias aéreas que, de um modo geral, oferecem um bom serviço, mas, sim, pelo preço dos lanches nos aeroportos. Está tudo custando os "olhos da cara". No aeroporto de Brasília, por exemplo, dois cafezinhos com dois pãezinhos de queijo custam só a bagatela de 34 reais sem direito a troco.

  • Passando por Campo Grande estranhei a buraqueira de algumas ruas da Capital, a cidade administrada pelo respeitado prefeito Marquinhos Trad (PSD). Diante disso, eu acho que o prefeito Hélio Peluffo (PSDB) tranquilamente pode convidar o seu colega lá da cidade morena para visitar Ponta Porã que certamente não irá passar vergonha.

PRESIDENTE

  • Não estou me referindo ao Presidente do Brasil e nem ao presidente Donald Trump dos Estados Unidos, mas o papo é com o novo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã, Eduardo Gaúna, que tomou posse no dia 4 de maio. A previsão é que ele deverá novamente mudar os rumos da ACEPP tornando-a mais dinâmica e eficiente em favor dos associados.

  • Tudo isso independente dele ser ou não candidato a deputado estadual, como parece que ele será segundo os comentários de bastidores. E no embalo dessa informação, convém destacar que um pré-candidato a deputado estadual, forte concorrente do viceprefeito Caio Augusto, não acredita na eleição do representante do PSD. Os motivos: "O Caio vai enfrentar a concorrência da deputada Grazielle Machado, filha do Londres Machado, e de outros nomes fortes do PSD".

LULA E DILMA

  • Destaque na imprensa internacional: o Brasil terá de pagar mais de 1 bilhão de reais aos credores de Moçambique (África) e Venezuela de empréstimos feitos durante os governos de Lula e Dilma com garantia (fiador) da nossa Pátria amada. O Brasil vai pagar como, se igualmente está na maior pindura por causa dos escândalos de corrupção desde os tempos do Mensalão?

  • Muito simples: vem aí mais aumento de impostos para o povo brasileiro pagar. Em resumo: qual será o comportamento dos ministros do Supremo Tribunal Federal diante de mais essa traição à Pátria Brasileira? Não acredito mais em chumbo grosso por causa de mais essa falcatrua. O Brasil tem mesmo de ser passado a limpo. Quando eu não sei.

A BOLA DA VEZ

  • Tudo indica que a bola da vez agora é o distrito de Cabaceira do Apa, o grande motivo de disputa entre o município de Ponta Porã, Antônio João e o provável futuro município de Nova Itamarati. Por enquanto não pintou nenhum tiroteio no pedaço, mas comentam que o vereador Rony Lino e o secretário de Governo de Antônio João, Afrânio Marques, já estariam preparados para o duelo.

J. N. Oliveira

jndeoliveira@jnnoticiaspp.com.br

Envie seu Comentário