Mais mulheres

Que pais é esse? Pergunta o jornalista João Natalício de Oliveira

E ainda tem gente que reclama da Polícia Federal por estar prendendo tanta gente importante.

19/06/2018 05h Jornal de Noticias

 

INFORME JN

QUE PAÍS É ESSE?

  • Infelizmente estou falando do Brasil, um País nas mãos do PCC, refém de caminhoneiros e que tem a corrupção como um grande negócio ao lado do consumo de drogas. Querem mais? Descontrole total dos preços, cobrança desenfreada de impostos e os bancos diariamente inventando taxas para lançar cobranças abusivas sem explicações claras. Querem mais? Aguardem o que virá por aí. E ainda tem gente que reclama da Polícia Federal por estar prendendo tanta gente importante.

  • E nesse esquema de prende e solta alguns ministros do Supremo Tribunal Federal vão acabar ficando famosos com destaque para o glorioso Gilmar Mendes que detesta dar alimentação de graça para presos ricos. A desculpa só podia ser essa para tanta bondade jurídica.

VOLTA BRUNOÍ

  • Aqui em Ponta Porã o bicho estava pegando mas parece que parou por aí mesmo. Por isso que tem muita gente na cidade pedindo pela volta do suplente Brunoí rapidão, trazendo junto o seu pacote de maldades que, segundo consta, estaria lhe custando um processo na justiça. É sempre assim: quem fala o que quer sempre recebe de volta o que não quer.

  • Um colega de imprensa me confirmou esta semana o mesmo que eu ouvi dias atrás na Barrosa Velha: o esquema tucano estaria preparando um estoque de armação para envolver alguns vereadores "língua preta" do Legislativo. Política séria se faz assim: o dito-cujo que quiser aparecer além do permitido, tombo nele. E a próxima disputa eleitoral será um campo minado e própria para grandes jaguanés.

MAIS MULHERES

  • Comentários de pessoas observadoras da cidade indicam que se a Câmara de Vereadores de Ponta Porã tivesse mais duas ou três mulheres seria muito mais interessante e melhoraria muito o perfil do ambiente. Quanto mais mulheres seria maior incentivo para o desempenho dos homens do Legislativo. Esperem aí, nós ainda vamos chegar lá... Com mais duas vereadoras a nossa Câmara Municipal chegaria a cinco legisladoras. Que beleza! O ambiente seria outro.

  • Neste domingo, 17 de junho, o Brasil estreia contra a seleção da Suíça na Copa do Mundo na Rússia. É o começo de uma jornada muito difícil, mas que poderá consagrar a Seleção Brasileira com o HEXA e o professor Tite como o melhor técnico do planeta. Mas temos que tomar cuidado com as seleções da Espanha, França, Argentina e Bélgica. Por enquanto. Esse tipo de competição sempre trás muitas surpresas.

FEIJOADAÇA

  • A feijoada organizada pelo Rotary Fronteira domingo passado, 10, no Restaurante Rodeio no Parque de Exposições foi um grande sucesso reunindo perto de 400 pessoas que aplaudiram o rango nota 10. Muita gente importante por lá. O ex-vereador Jayme Bataglin, o popular "Batatinha", querendo saber verdadeiramente quem manda no Brasil.

  • Pelo andar da carruagem e tendo em vista os últimos acontecimentos, os mandatários do Brasil seriam a Polícia Federal, os caminhoneiros e o PCC. O pessoal do PT entende que o controle do Brasil estaria nas mãos da Maçonaria, mas eu acho que não. Verdadeiramente o poder que controla o país é a Rede Globo.

  • Ela detém nas mãos o poder político, empresarial e da informação. É só acompanhar a cobertura que o sistema Globo está fazendo da Copa do Mundo na Rússia. Nenhuma rede de televisão do mundo estaria fazendo coisa igual. Mesmo o Galvão Bueno se notabilizando como um grande puxa-saco do seu filho Neymar Júnior.

CANDIDATA

  • Ainda na feijoada do Rotary Fronteira, entre um torresminho com mandioca frita e caldinho de feijão preto, descobri que a ex-vereadora Lourdes Monteiro Godoy é précandidata a deputada estadual a convite do ex-governador André Puccinelli (MDB). Ela se diz pronta para colocar o pé na estrada na campanha eleitoral. Sucesso, companheira!

TUDO TRANCADO

  • O progresso também tem dessas coisas. Por causa do recapeamento da Avenida Marechal Floriano, aqui na esquina com a Rua Duque de Caxias, nesta segunda-feira ficou tudo trancado. Para chegar aqui no Jornal de Notícias só com muito benzimento. Interessante que a empresa responsável pela obra deveria ter comunicado com antecedência o trecho que não deveriam estacionar veículos em nenhum dos lados da via para não atrapalhar as frentes de serviço.

  • Só que no nosso caso o aviso por escrito só chegou no meio da manhã desta segundafeira quando o recapeamento já havia começado. Resultado: só conseguimos estacionar o nosso carro no país vizinho.

J. N. Oliveira

jndeoliveira@jnnoticiaspp.com.br

Envie seu Comentário