Artigo: Jessyca Bueno, em forma de canção!

Por: Rosildo Barcellos

04/12/2018 15h40 - DN

 

Cantora e compositora, que transforma o trivial de simples notas musicais em eternas melodias, tem um lema: "Quando conquistar seu objetivo, não pense que chegou ao fim do caminho, pois o caminho nunca terá fim, sempre haverá algo novo a ser conquistado, e um dia iremos perceber que, a vida é uma roda gigante que nunca para de girar, subir e descer. E nessa estrada da vida, um sorriso, uma mensagem, são cápsulas diárias de carinho, tal qual afluente sem fim, vem forte como um rio que leva nossas mágoas, mas traz saudades, faz maldades e esmaga o peito num encontro das águas.

Claro, que ela canta o atual em suas apresentações, para quem gosta de dançar, podemos ouvir " Time das Solteiras", a nova música de trabalho, mas não esquece das sertanejas apaixonadas, das suas canções autorais "Pra nunca Mais" e nem tampouco daquelas que arrancam as mais escondidas lembranças como a romântica "Não está sendo fácil" – da Cantora Kátia (anos 80). Enquanto canta, Jessyca Bueno, parece dizer que a paixão segue um curso paralelo ao real e cativo no amor. Muitas vezes com uma velocidade maior, o que dificulta o encontro em condições propícias. O que nos traz um aprendizado que ainda ao custo de dores e desilusões motivados pelo impulso do amor que quer gritar, mas segura a voz. Desta forma, fincada no dedilhar das cordas solta a fúria da paixão adormecida, que assanha e arranha na lembrança maior do perfume que fica, trazendo a saudade do amor distante. Quem assiste a suas apresentações no palco, percebe que a música não está ligada somente a notas, melodias, harmonias.

O ouvido é a porta do coração, destarte, a música está ligada diretamente conosco, com nossos sentimentos, nossos pensamentos, nossas ações, e inclusive em nossas escolhas na vida. Falar sobre música, é tão complexo quanto falar sobre "o sentido da vida". Por que este tema que é tão difícil de se discutir, parece ser tão fácil de entender?

Eu explico: a versatilidade de Jessyca Bueno, é traduzida na maior amplitude da palavra, e tanto no visual, quanto nos gestos, conseguindo adocicar e apimentar seu fiel e crescente público em instantes. E por que vemos tantos artistas de qualidade e sucesso ruírem no anonimato?

Duas simples situações: Ingratidão e Descaso. E neste ponto reside o diferencial de Jessyca Bueno. Sabe ser grata, sabe ser meiga, sabe cativar. E apenas uma mulher completa e que transborda sentimento pode cantar a emoção dos outros. Em suas próprias palavras ela comenta: "Aquele que não luta para ter o futuro que quer, deve aceitar o futuro que vier. Por isso seu sorriso é a porta aberta para emoções, e seu abraço alcança todos os corações, sedentos de sentimentos, através da música. Saudade, pertencimento e paixão se misturam no tom de sua voz. E por que, não aprendermos com ela a passar pelos problemas dessa vida...cantando ?

*Articulista

Envie seu Comentário