16/08/2014 09h00

Conjecturas: com Carlos Monfort

Leia a coluna dessa sábado

Por: Dora Nunes
 

CONJECTURAS

ELEIÇÕES

  • O grupo alinhado ao prefeito Ludimar Novais (PPS) apresenta hoje, em evento no centro da cidade às 10h30 no espaço MultiFestas & Buffet, na esquina das ruas Calógeras com Presidente Vargas, seus candidatos oficiais e que estarão recebendo seu apoio. Além de Delcídio do Amaral (PT) ao Governo do Estado, o grupo fechará questão em torno dos nomes de Álvaro Soares (PT do B) a deputado estadual e Vander Loubet (PT) a deputado federal.

Passarinho muito bem antenado e ligado nas movimentações pousou ontem próximo ao JR e disse que o grupo liderado pelo prefeito Ludimar Novais fechou questão em torno do ex-candidato a prefeito Álvaro Soares dos Santos, que hoje está filiado ao PT do B, depois de passar pelo PDT, PMDB, PP, PMN e disputar a prefeitura em 2012 pelo PR.

SOCIEDADE CIVIL

  • Essa mobilização batizada de ‘sociedade civil organizada’, composta por representantes vários segmentos da sociedade, deveria permanecer e formar um grupo de coordenação para gerir reuniões. É altamente positiva essa forma de gestão popular em torno de interesses comuns, como foi nessa questão da segurança pública. A função da sociedade civil organizada seria justamente de levar até os poderes constituídos suas aspirações e reivindicações, ajudando a encontrar soluções nos mais diferentes setores.

Na semana passada, o prefeito Ludimar Novais anunciou a criação do Conselho da Cidade, a ser formada pelo prefeito, secretário de Governo e mais um ou dois representantes da sociedade. Então, seria a hora de uma entidade governamental trabalhar em consonância com uma não-governamental para se chegar a um denominador comum.

Temos ainda aí, um terceiro grupo gravitando na orbita celeste da fronteira, a ‘Ponta Porã de joelhos’ que muito bem poderia ser uma terceira via nesse esboço perpendicular comunitário.

EXÉRCITO

  • Coincidência ou não, justamente no horário do manifesto contra a violência ontem, um comboio de pelo menos seis viaturas do Exército estavam nas ruas em Ponta Porã, circulando pela área central. Teve gente que gostou da ideia, outros arrepiaram

SUCESSÃO PRESIDENCIAL

  • Com a morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência Eduardo Campos, do PSB, especula-se que sua vice, a ex-senadora Marina Silva, assumirá a cabeça da chapa. A coligação partidária que apoia a candidatura, porém, pode enveredar por pelo menos quatro caminhos distintos.

Se não houver apoio a Marina, que enfrenta resistências dentro do PSB, os partidos da coalizão podem inscrever outro político para a disputa ou até abrir mão dela. Nesse caso, poderão ficar neutros na corrida ou se aliar às candidaturas de Dilma Rousseff (PT) ou de Aécio Neves (PSDB).

O PSB tem até o dia 23 para tomar sua decisão. A nomeação do candidato deverá ser aprovada pela maioria das direções dos outros partidos da coalizão: PHS, PRP, PPS, PPL e PSL.

TRAGÉDIA

  • Posso escrever uma bobagem tremenda, mas depois de ler que a caixa de gravação de áudio do avião em que morreu o candidato a presidente da República e assessores não corresponde ao voo em si, fica evidente que a tragédia não foi uma obra do destino.

Resumindo: as duas horas de áudio, capacidade máxima de gravação do equipamento, obtidas e validadas pelos técnicos certificados, não correspondem ao voo realizado no dia 13 de agosto.

Envie seu Comentário