30/09/2014 07h40

Leia a Coluna Pontaporainforma com Tião Prado

Pesquisa aponta que pontaporaneneses querem os 'Free Shops'.

Redação (DN)
 
 

Olá...vamos começar a coluna de hoje tecendo comentários a respeito do que vai ocorrer nesta semana que antecede as eleições em todo Brasil.

Hoje, terça-feira (30), estará acontecendo o tão esperado debate da TV Morena que no meu modo de ver não vai influenciar em muito no que estão mostrando as pesquisas de intenções de votos.

Na pesquisa divulgada no sábado (27) mostra que na corrida eleitoral Delcídio aparece com 39,4% das intenções de votos na estimulada, seguido por Reinaldo Azambuja, com 25,9% e por Nelsinho Trad (PMDB), com 18%.

A pesquisa teve o registro foi feito no TRE-MS - Tribunal Regional Eleitoral, sob o protocolo MS-00041/2014 e BR-00787/2014.

Com estes números poderemos ter um eventual segundo turno entre Delcídio e Azambuja. Há algum tempo atrás, eles percorreram o estado de mãos dadas, falando em união e em um projeto único para o Mato Grosso Sul. Mas a coisa foi igual partida de futebol, antes do jogo se abraçam e até se beijam, mas quando a bola rola, o coro come e do pescoço pra baixo vira canela e para piorar ainda mais, os jogadores começaram a ser comparados aos primatas, coisa que acabou virando caso de policia e eliminação de equipe de campeonato importante.

 

Azambuja não se fez de rogado e sentou o ‘cacete’ literalmente em Delcídio e em toda a Petezada, desde o primeiro dia da campanha até hoje não parou um minuto, e pelo que se percebe foi ‘picado’ pela mosca azul do poder e o que a todo custo não se importando por cima de quem tem que passar.

Já Delcidio e sua turma, que não são de brincadeira e em sua totalidades tem mais hora de seminário e cursos políticos do que Urubu de vôo, já estão mostrando as garras. São jornais ‘amigos’ com denuncias contra Reinaldo, panfletos acusando o Tucano de malvadezas e coisas mais e assim por diante.

Ai você deve estar se perguntando, e o Nelsinho Trad? bem, se tudo correr bem o clã dos Trad vão eleger dois deputados Federais, Fábio e Mandetta, e pelo menos uns três estaduais, Marquinhos, Paulo Siufi e Antonieta, que é mulher de Nelsinho, mas é candidata com nome de solteira para não chamar muito atenção pra cima da família. Vai gostar tanto do poder assim lá em Brasília!

Neste debate de logo mais a noite, muito apostam que Delcidio não vai, outros que vai, mas o que se sabe é que todos tem que ficar com um extintor ao lado da TV porque o debate vai sair fogo e fumaça pra todos os lados e vai ser um Deus nos acuda.

Falando em política local, na noite desta segunda-feira, em momento de bate papo com o vereador de Aral Moreira Giovane Corbari, chegamos a conclusão que a eleição esta mais difícil a cada dia e se as coisas continuarem como estão poderemos ter três representantes em Campo Grande e pelo menos uns dois em Brasília, e a conta é fácil: para estadual ,os candidatos só precisam fazer entre 13 a 30 mil votos que está dentro. Já para federal a coisa vai um pouco mais longe, os candidatos vão precisar entre 30 a 60 mil, ai sim ninguém mais vai poder reclamar que Ponta Porã não tem representação política, afinal somos mais de 50 mil eleitores em nossa cidade e com um pouco de esforço e ‘grana’ pode se fazer votos em todo lugar.

 
Dr. Gilmar Luís Pastori fazendo uso da tribuna da Câmara de Ponta Porã. Foto: Tião Prado (Pontaporainforma)Dr. Gilmar Luís Pastori fazendo uso da tribuna da Câmara de Ponta Porã.

Foto: Tião Prado (Pontaporainforma)

Quero parabenizar o presidente da Câmara, o vereador Agnaldo Miudinho, que com apoio do prefeito Ludimar Novais realizou uma importante audiência pública para tratar da implantação dos ‘Free Shops’ nas cidades de fronteira. Trouxeram de Brasília, o Dr. Gilmar Luís Pastori, assessor do Deputado Federal Marcos Maia e autor intelectual do projeto Lei dos Free Shops que foi aprovado no congresso nacional e sancionado pela Presidente Dilma.

Muitas pessoas compareceram na Câmara, comerciantes, políticos, estudantes dos diversos cursos, presidentes de sindicatos e clubes de serviços e até alguns curiosos que chegaram para ver a movimentação.

Gilmar Pastori fez uma ampla explanação da lei e finalizou informando que para que isso venha a acontecer depende exclusivamente de fazer uma lei municipal autorizando a instalação das lojas e o prefeito sancionar. Isso já esta tudo acertado, o presidente Miudinho em entrevista ao nosso site, informou que na segunda-feira o projeto de lei estará dando entrada na casa e o prefeito garantiu que o sanciona assim que aprovado.

Só não senti firmeza na fala do representante da Receita Federal, que colocou mil e um problemas e muitas dificuldades para implantação das lojas em Ponta Porã, comentando da falta de pessoal, estrutura para fiscalização, que não se sabe ainda como vai ser e tudo mais.

Acho que faltou bom senso e experiência ao rapaz, muito novo e na hora que percebeu que a coisa é seria mesmo, ele fez igual igual jogador reserva de time quando ta levando goleada, o treinador olha pro banco para substituir um atleta e todos os reservas se encolhem com medo de entrar em uma gelada.

Mas com certeza tudo terá um outro desfecho, e quando a coisa começar a andar mesmo, o pessoal da Receita Federal vai saber o que fazer.

 
Alfredo Zanutti Junior falando durante a audiência em Ponta Porã. foto: Tião Prado (Pontaporainforma)Alfredo Zanutti Junior falando durante a audiência em Ponta Porã.

foto: Tião Prado (Pontaporainforma)

Na entrevista que concedeu ao nosso site, o Dr. Gilmar foi claro e direto quando questionado sobre o assunto: “Isso é lei, é a Lei Federal 12.723, conhecida como “Lei dos Free Shops”, a receita Federal vai ter que cumprir, se virar, montar estrutura e pronto, se a Câmara aprovar uma lei municipal dizendo que quer os Free Shops e o prefeito sancionar, a Receita Federal será obrigada a cumprir”, finalizou.

Fiquei muito feliz em voltar a usar a tribuna da Câmara, alias o que mais gosto no parlamento é a tribuna, e claro, o salário que sempre foi ótimo. Usei da tribuna para falar da pesquisa que fizemos em nosso site, onde a população votou e o resultado foi o seguinte:, 76,67% são a favor da instalação da zona franca; 16% votaram na opção "Tanto Faz" e apenas 7,33% foram contra.

Outro ponto positivo nos debates foi a presença do grande Alfredo Zanutti Junior, grande produtor rural do pantanal, presidente da Federação das Associações Comerciais, fundador do antigo banco Financial, diretor do Bamerindus, presidente da Federação de Futebol do MS e do Corumbaense F.C.

Em sua fala o bicho pegou e teve um bate boca danado com o presidente da Câmara e com o Dr. Gilmar Pastori, mas no final os ânimos foram apaziguados e o seu Alfredo, como costumávamos chama-lo na década de 80 e 90 lá na FFMS, disse que será mais um na luta pelas lojas francas.

 

Quero parabenizar o amigo de longa data Italino Bonamigo, da cidade de Amambai que organizou uma grande festa na sede do CTG Sentinela do Amambai, onde esteve presente vários amigos do começo da carreira, Pedro Nunes, locutor da Rádio Comunitária local; o Borginho, grande acordeonista e com o qual fizemos várias campanhas políticas juntos; o pessoal do Grupo Garotos do Balanço e o Wagner Pekois que foi guitarrista do grupo Tradição na época do Michel Teló.

A patronagem do CTG de Amambai, através do Assis Pirolli e toda família Bonamigo estão de parabéns, pois a festa serviu para homenagear o falecido Luis Pacifico Bonamigo e o Gomercindo Bonamigo.

Claro foi servido um delicioso churrasco, regado a muita cerveja e refrigerante gelado e nessa festança pudemos encontrar todos os amigos que deixamos lá em Amambai.

Parabéns a todos pela belíssima festa.

Para finalizar quero mandar um abraço especial ao amigo Nuno Gaeta que aniversaria essa semana e de presente, ao lado da esposa, estão esperando mais um filho ou filha, ainda não sabe; ao Paulo Insfran, que este mês deve receber um salário de vereador, pois compareceu em quatro sessões da Câmara local, e olha que nestas mesmas sessões alguns parlamentares não deram o ar da graça.

O time de futebol feminino da turma de direito da FIP-Magsul que foi um sucesso na competição, parabéns a todas as meninas, valeu mesmo. Torci tanto que estou rouco até hoje.

Envie seu Comentário