04/08/2015 05h50

Incompetência é o pecado maior - por Waldir Guerra

Você leitor, como está conduzindo essa questão? Se por ventura é daqueles que condenam abertamente e a viva voz todos os petistas; vá com calma, por favor.

Divulgação (TP)
 
 

A maioria absoluta dos brasileiros está convencida que o governo de Dilma Rousseff está sem rumo; pior até, segundo pesquisas, o governo dela acabou. Isso mostra que os brasileiros estão descontentes também com o partido do governo, o PT. E não é apenas a corrupção a causa, mas a incompetência para administrar sinalizando que tanto ela quanto seu partido estariam com os dias contados.

Você leitor, como está conduzindo essa questão? Se por ventura é daqueles que condenam abertamente e a viva voz todos os petistas; vá com calma, por favor.

Veja bem, também condeno essa roubalheira generalizada na maioria das administrações públicas, mas não aconteceram apenas na Petrobras, não. Imagino que nós ainda veremos coisas de arrepiar os cabelos no BNDS. Nos fundos de pensão, então, com tantos bilhões aplicados por “experientes” profissionais indicados para o cargo por políticos espera-se escândalos bilionários também.

Insisto em lembrar que essas coisas – me refiro às roubalheiras – aconteceram não apenas no governo federal e no partido do governo. Aconteceram – e continuam acontecendo, como se vê todos os dias nos jornais e TVs, também nos estados e municípios.

Os brasileiros, as pesquisas mostram, sabem que o PT domina toda máquina administrativa do Governo Federal. Alguns partidos como o PMDB, por exemplo, lhe dão sustentação política no Congresso Nacional e recebem alguns cargos. Até bons cargos, como ministérios, por exemplo. Mas a máquina estatal por dentro e por fora é toda comandada pelo PT.

Minha opinião sempre foi assim: na administração de uma coisa pública a incompetência está no topo da escala dos pecados. Assim, a incompetência é o pecado capital. A corrupção vem depois porque sempre causa danos menores. Digo sem medo de estar errado que incompetência em administração pública é erro estrutural e corrupção é erro pontual.

As denúncias pela imprensa contra crimes de corrupção revoltam a opinião pública, pois causam impacto muito forte nas pessoas. Enquanto a incompetência administrativa em órgãos públicos passa despercebida pela maioria das pessoas, pois o governo com suas propagandas – com o dinheiro público, claro – convence a maioria das pessoas que sua administração é boa.

Nem é necessário ficar aqui batendo mais nessa tecla, pois você lembra muito bem a candidata à reeleição Dilma Rousseff mostrando em suas propagandas como sua administração era uma maravilha. Sua propaganda enganosa lhe rendeu 51%dos votos no segundo turno. Hoje, segundo últimas pesquisas, ela tem somente 7,7% dos brasileiros que a apóiam.

Realmente ela “fez o diabo” para se reeleger.

Se o atual governo de Dilma Rousseff já não funciona como maioria absoluta afirma, então, que seja trocado de imediato e democraticamente. E não apenas por atos de corrupção, mas porque é incompetente.

O fracasso deste governo você pode, então, debitá-lo ao partido, PT, ou à própria presidente Dilma – e não se esqueça de incluir o principal responsável, Lula. Agora preste atenção nisso: nem todo petista é corrupto! A grande maioria deles são pessoas honestas e idealistas. Os incompetentes, mas honestos, que ocupam as “boquinhas” e até mesmo altos cargos públicos, a culpa de estarem lá não é deles, mas de quem os colocou no cargo. Vá com calma, então, antes de acusar em viva voz todos os petistas. Separe o joio do trigo. E neste mês de Agosto ajude a acabar com a incompetência que está no Poder.

  • Membro da Academia Douradense de Letras; foi vereador, secretário do Estado e deputado federal. E-mail: wguerra@terra.com.br

Envie seu Comentário