24/04/2018 15h40

Ponta Porã na linha do tempo: Retratos de uma história

Por: YHULDS BUENO

 
 
Imagem publicada no livro de Luiz Alfredo Marques Magalhães. “Flagrante de um grupo de revolucionários”, que faziam o patrulhamento armado na região de fronteira, Aral Moreira comandava o grupo revolucionário divisionista, Aral Moreira foi um dos primeiros a se posicionar a frente do processo revolucionário. Década de 30. Imagem publicada no livro de Luiz Alfredo Marques Magalhães. “Flagrante de um grupo de revolucionários”, que faziam o patrulhamento armado na região de fronteira, Aral Moreira comandava o grupo revolucionário divisionista, Aral Moreira foi um dos primeiros a se posicionar a frente do processo revolucionário. Década de 30.

"A coragem é a primeira virtude do estadista, sem ela, a coragem, todas as outras virtudes desaparecem na hora do perigo" Winston Churchill

Um dos principais acontecimentos existentes dentro do período da transição da Republica Velha para República Nova do governo Vargas, as forças políticas que queriam a divisão do estado de Mato Grosso os chamados na época de (divisionistas), na sua grande parte do sul, para que isso acontecesse de maneira mais organizada, passaram a realizar varias pressões e investidas políticas junto ao Governo Federal, sem muito sucesso, pois os seus apelos não foram atendidos. No período que ocorreu a revolta Constitucionalista de 1932, a região mais ao sul de Mato Grosso aderiu ao movimento, visando desta forma obter apoio para sua luta, sob a seguinte condição, em caso de vitória dos revoltosos, na sua maioria paulistas e estados aliados, obteria força política para a tão sonhada separação divisão do norte no caso Mato Grosso. O conflito se estendeu por três meses segundo relato histórico, o sul do estado de Mato Grosso autodenominou-se "Estado de Maracaju", os "constitucionalistas" que se autodenominavam divisionistas, foram derrotados pela força Getulista, não se cumprindo, assim, a promessa de divisão.

Pesquisa. Professor Yhulds Bueno. FONTE. MAGALHÃES. Luiz Alfredo Marques. Um Homem de seu Tempo, uma biografia de Aral Moreira. Campo Grande, MS. Alvorada, 2011.

 
Pesquisador: Prof. Yhulds Giovani Bueno. Pós Graduado em Ensino de História e Geografia. UNIVALE Fac. Integradas do Vale do Ivaí. Mestrando PPGDRS/UEMS/UNIDADE PONTA PORÃ-MS.Pesquisador: Prof. Yhulds Giovani Bueno. Pós Graduado em Ensino de História e Geografia. UNIVALE Fac. Integradas do Vale do Ivaí. Mestrando PPGDRS/UEMS/UNIDADE PONTA PORÃ-MS.

Envie seu Comentário