03/01/2018 08h50

Redução da emissão de carbono na agricultura de MS é assunto do Showtec 2018

O evento acontece de 17 a 19 de janeiro, na Estação Experimentação da Fundação MS, em Maracaju.

Douradosagora
 
 
Brasil põe em prática um plano de “agricultura com baixas emissões carbonoBrasil põe em prática um plano de “agricultura com baixas emissões carbono

Novamente, a Embrapa marca presença e apoia o Showtec, evento realizado pela Fundação MS e que está em sua 22ª edição. O evento acontece de 17 a 19 de janeiro, na Estação Experimentação da Fundação MS, em Maracaju/MS e conta com uma estimativa de público de 16 mil visitantes durante os três dias de atividades.

O evento aborda o tema "Carbono Zero", que se refere às técnicas e tecnologias aplicáveis a agropecuária moderna, que retira o carbono prejudicial da atmosfera e o fixa no solo como componente melhorador das condições físicas e químicas das terras cultivadas.

O Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo,destaca que a Embrapa Agropecuária Oeste (Dourados/MS) realiza inúmeras pesquisas relacionadas aos sistemas integrados de produção. Desta forma, os visitantes que passarem pelo estande da instituição poderão conhecer melhor algumas pesquisas e tecnologias desenvolvidas, especialmente as relacionadas a temática."Pesquisas relacionadas ao manejo de cana, soja, milho, mandioca, enfim, diversas culturas contam com tecnologias que podem contribuir com a redução da emissão de carbono", salienta Auro. Ele disse ainda que "temos acompanhado e comemorado o crescimento e a consolidação do Showtec, pois a Embrapa participa desde a 1ª edição do evento".

Painéis - Na tarde de quarta-feira, 17 de janeiro, a partir das 14h, acontece no estande da Embrapa, o painel intitulado "Da porteira para dentro: Gestão e inovação no agro". Esse painel será realizado

Na quinta-feira, 18 de janeiro, a partir das 9hs, o painel "Sistemas de Produção em MS – Desafios e soluções". Dividido em duas etapas ao longo do dia, a Parte 1, acontece pela manhã e contará com duas palestras, seguida de debate, com moderação de André Dobashi - Fundação MS. As palestras são "Impacto fitossanitário dos cultivos sucessivos", proferida pelo pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Crébio José Ávila e "Fertilidade do solo em sistemas de integração", proferida pelo pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Manuel Claudio Motta Macedo.

O painel terá continuação no período vespertino, a partir das 14hs. Na segunda etapa, serão realizadas duas palestras, também seguida de debate. O tema da primeira será "Emissão de Carbono em sistemas de produção agropecuária", com palestra proferida pela pesquisadora da Embrapa Agropecuária Oeste, MichelyTomazi. Já, a segunda palestra será sobre "Estoque de carbono do solo e produtividade agrícola", proferida pelo pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Julio Cesar Salton.

Na sexta-feira, 19 de janeiro, pela manhã, a partir das 8h, acontece oPainel - 4º Ciclo de Seminários Agrícolas do Setor Sucroenergético, com moderação de José Trevelin Júnior (Biosul). No período da tarde, a partir das 14h, acontece o painel de Encontro de Jovens da Agropecuária, com moderação de Rafael Gratão (Sistema Famasul e Movimento Nacional de Produtores - MNP).

Envie seu Comentário