05/01/2018 05h40

Sanidade animal: Defesa Sanitária confirma caso de raiva bovina no DF

Doença é transmitida por meio da mordida de morcego infectado.

Correio do Estado
 
 
Defesa sanitária criou cerco de alerta em 12 quilômetros da propriedade - Foto: DivulgaçãoDefesa sanitária criou cerco de alerta em 12 quilômetros da propriedade - Foto: Divulgação

O órgão de fiscalização estadual do Distrito Federal confirmou nesta quinta-feira (4), a ocorrência de raiva bovina no bezerro de uma propriedade localizada na cidade satélite de Sobradinho.

Diante da informação, já foi definido um cerco de prevenção de 12 quilômetros no entorno do foco, reforço na vacinação dos bovinos e equídeos e atenção especial para os humanos que tiveram algum tipo de acesso ao animal acometido com a doença.

O animal infectado pertencia a uma família de agricultores familiares com propriedade em Lagoa Oeste, distrito de Sobradinho. Assim que recebeu a confirmação oficial da Secretaria de Agricultura do DF, a Defesa Sanitária direcionou equipes para realizarem protocolos de peri-focos: cerco de 3 , depois 5 e finalmente 12 quilômetros.

Além de orientação aos proprietários rurais quanto à vacinação e quanto ao estado dos animais, segundo a Assessoria de Comunicação da Seagri, os técnicos procuram também verificar se há animais com sintomas de apatia, paralisia, andar cambaleante e mordida de morcego – principal origem da raiva bovina.

Envie seu Comentário