22/12/2017 18h

Campo Grande é a primeira cidade de MS a aderir à Agenda 2030 da ONU.

A Comissão terá entre seus objetivos o papel de desenvolver estratégias e ações com planejamento voltado às chamadas boas práticas de sustentabilidade, segundo Tatiana Trad.

Campograndenews
 
 
Ministro Carlos Marum, ao lado da primeira-dama Tatiana Trad, e de Marquinhos Trad, durante evento na prefeitura. (Foto: Paulo Francis).Ministro Carlos Marum, ao lado da primeira-dama Tatiana Trad, e de Marquinhos Trad, durante evento na prefeitura. (Foto: Paulo Francis).

Campo Grande é a primeira cidade de Mato Grosso do Sul, e a segunda capital do Brasil, a aderir formalmente a proposta de 169 metas de sustentabilidade da Agenda 2030, criada em 2015 pela ONU (Organização das Nações Unidas), com ações e diretrizes aos países membros rumo ao desenvolvimento sustentável.

Nesta sexta-feira (22), em ato público na Prefeitura de Campo Grande com a presença do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o prefeito Marquinhos Trad formalizou a posse da Comissão Municipal para Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que terá a primeira dama Tatiana Trad como presidente.

A Comissão terá entre seus objetivos o papel de desenvolver estratégias e ações com planejamento voltado às chamadas boas práticas de sustentabilidade, segundo Tatiana Trad. "Em Campo Grande já desenvolvemos ações sociais e de sustentabilidade que tem a ver com a proposta da ONU, como o trabalho do FAC (Fundo de Apoio à Comunidade", lembrou a primeira dama.

Histórico - A Agenda 2030 reconhece que a erradicação da pobreza, em todas as suas formas, é o maior desafio global para atingirmos o desenvolvimento sustentável. Além das 169 metas, presenta 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável como foco central da proposta da ONU a ser implementada no período 2016-2030.

Envie seu Comentário