Carnaval 2019

Elaine Azevedo relembra coroação na quadra da Unidos da Tijuca: ‘Medo de ser vaiada’

Apresentadora entra em 2019 no lugar da atriz Juliana Alves, que ficou por 6 carnavais à frente dos ritmistas da escola: ‘As pessoas vão criticar qualquer substituição’.

15/02/2019 07h50 - G1

 
Elaine Azevedo, rainha de bateria da Unidos da Tijuca, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Elaine Azevedo, rainha de bateria da Unidos da Tijuca, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

O peso na coroa de Elaine Azevedo tem o dobro de responsabilidade. Em estreia à frente da bateria da Unidos da Tijuca, a apresentadora tem a tarefa de também substituir a atriz Juliana Alves, que reinou por seis longos carnavais. E, além do frio na barriga, Elaine ficou apreensiva já quando assumiu o posto.

"Fiquei muito assustada por substituí-la, porque é uma menina da comunidade. Fiquei com medo de ser vaiada na minha coroação na quadra. As pessoas não me receberam muito bem. A comunidade não está nunca preparada para a troca de rainha e as pessoas vão criticar qualquer substituição. Mas, carnaval é isso: ganha a novidade. O inovar é necessário. Se não fosse eu a ocupar o posto seria outra", diz ela.

Veterana na folia carioca, Elaine já desfilou duas vezes à frente de outra bateria: em 2007 e em 2017 pela Estácio de Sá. Este ano, ela conta que vai reinar à frente dos ritmistas da Tijuca por conta de um convite feito pelo presidente da escola, Fernando Horta, e participa da série de ensaios do G1 "As escolas e suas cores".

"Tenho certeza que vai ser um sucesso. Ele está muito satisfeito comigo porque estou cumprindo com todas as minhas responsabilidades de rainha: comparecendo aos ensaios, de fazer roupas bonitas, dar entrevistas", analisa Elaine, que garante já estar 100% enturmada: "A escola me abraçou".

 
Elaine Azevedo, rainha de bateria da Unidos da Tijuca, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Elaine Azevedo, rainha de bateria da Unidos da Tijuca, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Aos 36 anos, Elaine Azevedo esbanja boa forma de um corpo de "dez anos atrás", como ela mesma diz.

"Já é uma rotina minha manter o corpo em dia com academia e alimentação. Eu eliminei completamente o doce e corto o carboidrato depois das 19h. Não é restrito ao carnaval. Na véspera do desfile, quando a correria aumenta, eu emagreço 3 quilos em média. Mesmo que eu não queira eu emagreço. E quando faço um exercício a mais, que é sambar nos ensaios, não tem jeito."

Já sobre o investimento para brilhar no carnaval entre as escolas do Grupo Especial, Elaine adianta: o investimento é alto. "Acredito que todas as rainhas e musas que podem ajudam a escola de alguma forma. Não diretamente com dinheiro, mas com patrocínios e doações. As minhas responsabilidades eu vou cumprir. Eu vou a todos os ensaios bonita, maquiada, com uma roupa boa e sambando", conta ela que, sem citar valores, revela: "Dá para comprar um carro."

Envie seu Comentário