24/01/2018 07h50

Oscar 2018: 'Mulher-Maravilha', Steven Spielberg e 'Eu, Tonya' são maiores ausências

James Franco, Tom Hanks, Holly Hunter e 'A guerra dos sexos' também não foram lembrados pelos membros da Academia.

G1
 
 
Gal Gadot em 'Mulher Maravilha' (Foto: Divulgação)Gal Gadot em 'Mulher Maravilha' (Foto: Divulgação)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou nesta terça-feira (23) sua lista com os indicados à 90ª edição do Oscar. No entanto, alguns artistas e produções, que tinham presença considerada garantida após outras premiações recentes, chamaram a atenção por ficarem de fora.

É o caso de "Mulher-Maravilha", por exemplo, que foi completamente ignorada pelos membros da Academia, mesmo após aparecer na lista do Sindicato dos Produtores (PGA, na sigla original) um dos principais termômetros dos melhores filmes do Oscar. A heróina da DC não foi lembrada nem nas categorias técnicas.

Entre os diretores as maiores ausências são as de Martin McDonagh, de "Três anúncios para um crime" (um dos favoritos a melhor filme), e Steven Spielberg, de "The Post - A Guerra Secreta". Além dele, seu protagonista, Tom Hanks, também não foi lembrado como melhor ator.

Na categoria principal, com nove indicados, a biografia "Eu, Tonya" ficou de fora, após ser lembrada pelo PGA e pelo Globo de Ouro.

Veja abaixo outras ausências marcantes:

  • James Franco, na categoria de melhor ator por sua atuação em "Artista do desastre", após novas acusações de assédio sexual

  • "A guerra dos sexos", filme estrelado por Emma Stone e Steve Carell, não recebeu indicação alguma após presença em premiações como a do Sindicato dos Atores (SAG, na sigla original) e o Globo de Ouro

  • Holly Hunter, por "Doentes de amor", Hong Chau, por "Pequena grande vida", e Tiffany Haddish, por

  • "Viagem das garotas", entre as melhores atrizes coadjuvantes

  • "Jane", ganhador na premiação do PGA, entre melhores documentários

  • Armie Hammer e Michael Stulhbarg, como melhores atores coadjuvantes por "Me chame pelo seu nome"

  • O filme alemão "Em pedaços" na categoria de melhor filme estrangeiro após levar o Globo de Ouro

Envie seu Comentário