Embrapa

Pesquisador da Embrapa recebe distinção internacional na área de bem-estar de animais

O pesquisador Osmar Dalla Costa recebeu ontem à noite (18/7) a Medalha Temple Grandin de Bem-Estar Animal.

19/07/2018 12h20 - Divulgação (AD)

O pesquisador Osmar Dalla Costa recebeu ontem à noite (18/7) a Medalha Temple Grandin de Bem-Estar Animal. A distinção é oferecida pela pesquisadora e professora da Universidade do Estado do Colorado Mary Temple Grandin. A norte-americana é uma das maiores autoridades mundiais em bem-estar de animais de produção. A cerimônia de entrega da homenagem aconteceu durante o Workshop Temple Grandin de Bem-Estar animal que se encerra hoje à tarde no Teatro Gamaro em São Paulo-SP.

Dalla Costa foi premiado na categoria "pesquisador de suínos". O pesquisador se diz surpreso, mas muito feliz por ganhar o prêmio com o nome de Temple Grandin. "É o reconhecimento de um trabalho que a Embrapa vem fazendo há mais de 20 anos. Quando começamos a pensar no bem-estar dos animais, muitas empresas se mostraram receosas, acreditando que isso iria acabar com a suinocultura. Hoje, esse conceito mudou. Mostramos que não só o bem-estar melhora a situação dos animais como traz retorno econômico. Além disso, atualmente o bem-estar também abrange os manejadores envolvidos no sistema de criação", comenta.

O pesquisador da Embrapa faz questão de destacar o trabalho de todos os envolvidos nas pesquisas. "Este é um reconhecimento ao trabalho de todos os colegas envolvidos nos estudos de bem-estar desenvolvidos pela Embrapa. Mas ele também nos remete a um compromisso mais alto e mais forte. Se já éramos uma referência, agora, com o nome de Temple Grandin reconhecendo nosso trabalho, temos uma responsabilidade ainda maior nas pesquisas", diz. A Embrapa tem um site especial sobre bem-estar na suinocultura, no endereço embrapa.br/suínos-e-aves/bes.

Temple Grandin – Aos 70 anos, Mary Temple Grandin recebeu ainda na infância o diagnóstico de autismo grave, uma doença neurológica que causa dificuldades severas de comunicação, relações sociais e comportamento. Na juventude, visitando a fazenda da tia, ficou fascinada com o brete de contenção de bovinos onde eram vacinadas as vacas. Ela teve a ideia de copiar o método de vacinação e construiu a "máquina do abraço", um aparelho para si própria para se refugiar de seus frequentes ataques de pânico.

Em 2010, a história foi recriada em um filme que conta a história da norte-americana. Estrelado pela atriz Claire Danes (youtube.com/watch?v=cpkN0JdXRpM), o filme ganhou 33 prêmios, incluindo sete estatuetas do Emmy, o Oscar da televisão. Neste mesmo ano, ela foi escolhida pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, na categoria "Heróis" (content.time.com/time/specials/packages/article/0,28804,1984685_1984949_1985222,00.html).

Envie seu Comentário