03/01/2018 16h20

Economia deverá ter maior crescimento em 2018.

Para o ano passado, cujo resultado ainda não foi publicado, a previsão é que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha avançado 1%.

MS em Foco
 
 
Autoridades monetárias estimam Produto Interno Bruto (PIB) na casa de 2,7% para o próximo ano. (Foto: USP Imagens/Marcos Santos).Autoridades monetárias estimam Produto Interno Bruto (PIB) na casa de 2,7% para o próximo ano. (Foto: USP Imagens/Marcos Santos).

Boletim do Banco Central divulgado nessa terça-feira (2) reforça o otimismo de analistas do mercado financeiro com a economia brasileira. A publicação semanal da autoridade monetária aponta um crescimento de 2,70% em 2018. Para o ano passado, cujo resultado ainda não foi publicado, a previsão é que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha avançado 1%.

Essa trajetória de recuperação marca a retomada definitiva da economia depois de o País ter enfrentado a pior recessão da história, um cenário que trouxe, além de queda do PIB, alta da inflação e redução do número de empregos. Agora, depois de medidas adotadas pelo Governo do Brasil para reorganizar a economia, o País voltou a crescer, a gerar emprego e ainda derrubou a inflação.

A previsão dos 100 analistas que fazem projeções para os principais indicadores da economia para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial, é que 2018 termine com uma taxa de 3,96% – número inferior ao centro da meta.

Envie seu Comentário