25/07/2017 16h20

FETEMS: Em assembleia geral nesta quarta-feira categoria decide sobre proposta salarial do governo

Foi estabelecido com o Governo do Estado a criação de uma Comissão para debater aspectos ligados aos funcionários administrativos em educação.

Divulgação: Dora Nunes
 

A FETEMS(Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realiza uma Assembleia Geral nesta quarta-feira(26), às 14horas, na sede da entidade para deliberar se a categoria aceita ou não a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo do Estado para os(as) trabalhadores(as) em educação da Rede Estadual de Ensino Público.

A reunião contará com a presença dos delegados de cada município, representantes dos 74 SIMTEDs ( Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação) , vice-presidentes das 14 regionais e delegados de base da CNTE(Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

Os(as) trabalhadores(as) em educação cobram o cumprimento da Lei Federal 11.738/2008, que determina o reajuste de 7,64% nos salários, e da lei complementar estadual nº 200 de 13 de julho de 2015. Essa última legislação integraliza o Piso por 20 horas até o ano de 2021.

Já foi definido com o Governo:

  • O governo garante o pagamento do reajuste de 7,64% em 2017;
  • Mantém a convocação da mesma forma que no primeiro semestre;
  • Não haverá alteração no Estatuto da categoria.

Foi estabelecido com o Governo do Estado a criação de uma Comissão para debater aspectos ligados aos funcionários administrativos em educação.

"A decisão sobre a proposta do governo é da categoria. A assembleia geral é a maior instância deliberativa de nossa Federação, portanto é fundamental a participação de todos para definir os próximos passos dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da Rede Estadual de Ensino", pontuou o presidente da FETEMS, professor Jaime Teixeira.

Envie seu Comentário