08/01/2018 07h10

Com 2 de Neymar, PSG bate Rennes e avança na Copa da França

Sem Cavani, Neymar, Di María e Mbappé fizeram dois gols cada no 6 a 1, fora de casa

Lance
 
 
Neymar foi o melhor jogador em campo (Foto: Jean-Sebastien Evrard / AFP) Foto: LANCE!Neymar foi o melhor jogador em campo (Foto: Jean-Sebastien Evrard / AFP)
Foto: LANCE!

O trio de ataque foi novamente protagonista no PSG. Sem Cavani, a equipe francesa goleou o Rennes por 6 a 1, na casa do adversário, e se classificou para a próxima fase da Copa da França. Neymar, Di María e Mbappé marcaram dois gols cada e foram os maiores destaques da partida.

iante do Rennes, Unai Emery colocou Di María como titular, no lugar de Cavani. Lo Celso e Kimpembe também foram titulares. A primeira chance de gol foi com Mbappé, que isolou passe de Daniel Alves. O jovem atacante francês, contudo, não desperdiçaria o lance seguinte. Ele recebeu lançamento primoroso de Thiago Silva, ajeitou o corpo e bateu de canhota, no canto de Diallo.

O PSG dominava completamente a partida e chegava ao gol do Rennes com grande facilidade. Aos 18, ampliou o placar. Em troca de passes dentro da área, Verratti ajeitou para Neymar, que driblou o zagueiro e bateu colocado. O terceiro não demoraria a sair. Desta vez, Berchiche cruzou e Di María colocou no fundo da rede.

Apesar de estar com grande vantagem, o PSG não tirava o pé do acelerador. Diallo evitou o segundo gol de Neymar com linda defesa. Mbappé também parou no goleiro.

No fim da etapa, o camisa 10 fez o quarto. Em rápido contra-ataque, Di María acionou Mbappé, que mandou de primeira para Neymar marcar.

No segundo tempo, o Rennes até ensaiou algumas jogadas no ataque e fez Trapp trabalhar. Emery resolveu poupar alguns jogadores e tirou Rabiot e Verratti, lançando Draxler e Thiago Motta. O PSG tirou um pouco o pé do acelerador e viu o time da casa diminuir com Bourigeaud, de pênalti.

Após o gol de honra do Rennes, o PSG acordou novamente. Neymar mandou na trave cobrança de falta. Quando encaixou o último passe, marcou o quinto. Mbappé acionou Di María, que fez o seu segundo na partida.

O sexto saiu no lance seguinte. Di María retribuiu o presente e deixou Mbappé na boa para guardar mais um.

Envie seu Comentário