COPA DO MUNDO 2018

Japão aproveita expulsão no início e surpreende a Colômbia em estreia

Uma expulsão aos 2min56s da etapa inicial mudou totalmente as estreias de Japão e Colômbia na Copa do Mundo na Rússia.

19/06/2018 11h - FOLHAPRESS

Uma expulsão aos 2min56s da etapa inicial mudou totalmente as estreias de Japão e Colômbia na Copa do Mundo na Rússia. Melhor para os japoneses, que aproveitaram a inferioridade numérica dos colombianos e debutaram com vitória por 2 a 1, nesta terça (19).

O volante Carlos Sánchez recebeu o segundo cartão vermelho mais rápido da história das Copas do Mundo -o primeiro foi do uruguaio José Batista, em 1986, com 54s de jogo. O colombiano interceptou com a mão finalização de Shinji Kagawa, que havia aproveitado a sobra em ataque do Japão e tinha o gol livre.

Além de expulsar o meia da Colômbia, o árbitro marcou pênalti, convertido pelo próprio Kagawa, com apenas 6min de duelo na Arena Mordovia, em Saransk.

A expulsão desmontou todo o planejamento colombiano. O técnico José Pékerman até tentou manter o mesmo time, mas, aos 30min da etapa inicial, precisou tirar o ponta direita Juan Cuadrado e colocar o volante Barrios para reocupar espaços no meio-campo.

Com dez, a Colômbia ensaiou se impor e conseguiu um empate aos 38min do primeiro tempo. Quintero mandou a bola por baixo da barreira em cobrança de falta e enganou o goleiro Kawashima, que ainda agarrou a bola, mas já dentro do gol.

Na segunda etapa, o Japão fez valer a vantagem de um homem a mais e dominou a equipe sul-americana, que recorreu muito a jogadas individuais de James Rodríguez, que saiu do banco, e aos lançamentos esticados para Falcao Garcia.

Os japoneses criaram três boas chances no início da etapa final, exigindo bastante do goleiro Ospina. O prêmio pelo rendimento superior veio aos 27min, com Osako assegurando os três pontos aos orientais. Após cobrança de escanteio, o atacante japonês surpreendeu a zaga colombiana e cabeceou para o gol.

A derrota põe pressão na Colômbia, uma das surpresas da Copa do Mundo no Brasil, há quatro anos. A equipe de James agora precisa vencer a Polônia no próximo domingo (24), às 15h (de Brasília), para seguir com boas chances de classificação.

O Japão, por sua vez, duela com Senegal na mesma data, mas a partir das 12h.

COLÔMBIA Ospina; Arias, D. Sánchez, O. Murillo e Mojica; Carlos Sánchez e Lerma; Cuadrado (Barrios), Quintero (James Rodríguez) e Izquierdo (Bacca); Falcao García. T.: José Pekerman.

JAPÃO Kawashima; H. Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Hasebe e Shibasaki (Yamaguchi); Haraguchi, Kagawa (Honda) e Inui; Osako (Okazaki). T.: Nishino Akira.

Local: Arena Mordovia, em Saransk (RUS) Juiz: Samir Skomina (SLO) Cartões Amarelos: Barrios e James Rodríguez (COL); Kawashima (JAP) Cartão Vermelho: Carlos Sánchez (COL) Gols: Kagawa (JAP), aos 6min, e Quintero (COL), aos 38min do 1º tempo; Osako (JAP), aos 27min do 2º tempo

Envie seu Comentário