11/12/2017 08h

STOCK: Daniel Serra chega em 3º na corrida de Interlagos e leva o título inédito

Faltando sete minutos para o fim da corrida, Marcos Gomes partiu para cima de Daniel, e o toque quase aconteceu

Globo Esportes
 
 
Daniel Serra é o campeão da Stock Car - Foto: DivulgaçãoDaniel Serra é o campeão da Stock Car - Foto: Divulgação

Na ponta dos dedos e com direito a "zerinho" para comemorar. Daniel Serra, de 33 anos, chegou em terceiro lugar, neste domingo, na corrida de Interlagos, última etapa da temporada da Stock Car, e conquistou o título da maior categoria do automobilismo nacional pela primeira vez na carreira. O piloto chegou à última prova com uma vantagem de 15 pontos, podendo terminar a etapa em quarto lugar sem depender de seu rival Thiago Camilo. Chegou a liderar a prova, mas perdeu a posição após a parada dos boxes, quase se tocou com Marcos Gomes, e fechou em terceiro lugar. A vitória foi de Ricardo Maurício.

Após a prova, Daniel fez o "zerinho" na reta dos boxes em frente aos torcedores e levando os mecânicos da equipe à loucura. Na festa, tomou leito, assim como os vencedores da tradicional corrida das 500 milhas de Indianápolis. O troféu foi recebido das mãos do bicampeão de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi. Na classificação, o campeão terminou com daniel 371 pontos, Thiago Camilo fechou 324 e Max Wilson ficou em terceiro com 292.

  • Um ano fantástico, foram quatro vitórias, terminar com um pódio só da nossa equipe é sensacional, vai demorar um pouco para cair a ficha. Poucos sabem o quanto eu me dedico para isso, estou muito feliz - disse Daniel.

Enquanto Serrinha estava tranquilo lá na frente, com o título nas mãos, Thiago Camilo tentava galgar posições no meio do pelotão. Ele, que precisava vencer e ainda torcer para Daniel não ficar entre os três primeiros, largou em oitavo, perdeu algumas posições durante a prova e, apesar do esforço, fechou apenas em 14º lugar.

Daniel está na Stock Car desde 2007, quando fez sua primeira largada, aos 22 anos. São 15 vitórias e 10 poles positions no currículo. Já tinha chegado perto da conquista inédita pelo menos por três vezes: foi terceiro no campeonato em 2016 e duas vezes quarto, em 2012 e 2013. Serrinha é o 18º piloto diferente a ser campeão da Stock Car, categoria disputada desde 1979. É o segundo filho de campeão a repetir o feito do pai (Chico Serra, tricampeão em 1999, 2000 e 2001). O outro foi Marcos Gomes, campeão em 2015 (filho de Paulão Gomes, tetracampeão em 1979, 1983, 1984 e 1995).

Na temporada, Daniel Serra venceu quatro corridas: a primeira do ano, em Goiânia, a etapa de Curitiba, a corrida de Tarumã, e depois foi vitorioso em outra etapa em Goiânia. Neste domingo, foi ao pódio pela 10ª vez no ano.

Na largada da prova, Daniel Serra até ameaçou atacar Ricardo Maurício, mas preferiu não forçar e se manteve em segundo, com seu companheiro de time na ponta. Thiago Camilo perdeu duas posições e, ao término da primeira volta, estava em décimo.

Na segunda volta, Serra usou o botão de ultrapassagem, e deixou Ricardinho para trás. No giro seguinte, os dois trocaram posições em uma disputa intensa, e Daniel seguiu na ponta.

Na volta 12, Daniel foi para os boxes, trocou os pneus e colocou combustível. Ricardo Maurício tentou fazer uma volta rápida para voltar à frente, e voltou à frente. Serrinha, aliás, voltou em terceiro, atrás também de Max Wilson. Enquanto isso, Thiago se mantinha o máximo possível na pista, chegou a liderar a corrida, mas no 16º giro parou e voltou lá atrás, em 12º.

Faltando sete minutos para o fim da corrida, Marcos Gomes partiu para cima de Daniel, e o toque quase aconteceu. Como Marcão não tinha mais botão de ultrapassagem, Serrinha praticamente se garantiu em terceiro. A vitória foi de Ricardo Maurício, seguido por Max Wilson. Marcos Gomes foi o quarto e Rubens Barrichello chegou em quinto.

Envie seu Comentário