23/06/2017 08h

Brasileiro é executado no interior de cemitério da fronteira

O cimitério fica na cidade paraguaia de Zanja Pytã.

Poranews
 
 
Foto: Léo Veras - PoranewsFoto: Léo Veras - Poranews

O brasileiro Ronaldo Godoi de 20 anos de idade, e era conhecido na região pelo apelido de 'Capetinha' ou ' 'Lobisomem', foi encontrado morto no cemitério da cidade paraguaia de Zanja Pytã, cidade gêmea Sanga Puitã, distrito de que fica a 13 km de Ponta Porã.

De acordo com as informações dos agentes da Policia Nacional do Paraguai que atenderam a ocorrência, Godoi, foi executado com diversos disparos de armas de fogo, provavelmente pistola 9 mm e uma faca do peito. O corpo foi encontrado por volta das 9 horas da manhã desta quinta-feira (22), quando populares visitavam os tumulos de parentes no referido cemitério e imediatamente comunicaram o fato aos policiais que foram até o local juntamente com a promotora de Justiça Dra. Sandra Dias e o médico legista César Gonzalez, onde realizaram os procedimentos de praxe e encaminharam o corpo para a capela mortuaria do hospital Regional de Pedro Juan Caballero, Paraguai.

Alguns moradores informaram que a vitima, era um andarilho e se fazia passar por "Lobisomem" assustando moradores pela região, mas a policia acredita que na noite de quarta feira teria invadido alguma residência na região com o intuito de realizar pequenos furtos e teria sido descoberto e perseguido, tentando uma fuga se escondeu dentro do cemitério, onde foi encontrado e sendo erxecutado no local.

Envie seu Comentário