25/12/2017 07h10

"Por amor", mulher entra em presídio com droga na parte íntima e é presa

Para a polícia, a suspeita contou que aceitou participar do tráfico depois que o namorado afirmou que a atitude seria uma prova de amor para ele

Campograndenews
 
 

Uma mulher de 40 anos foi presa na manhã deste domingo (24) ao tentar entrar com droga introduzida na parte íntima no Estabelecimento Penal de Cassilândia - 418 quilômetros de Campo Grande. Na delegacia ela afirmou que aceitou levar a droga para o companheiro que está detido na unidade "como prova de amor".

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) receberam informações de que a mulher, identificada como Rosania Cristina da Silva, tentaria entrar no presídio com porções de maconha. A droga, segundo o denunciante, seria entregue para o namorado da suspeita, Clovis Henrique de Almeida, de 28 anos, responsável pelo tráfico de drogas dentro da unidade.

Os agentes penitenciários foram avisados e nesta manhã, no horário de visita, chamaram Rosania. A mulher foi levada a Delegacia de Polícia Civil e na unidade questionada sobre o tráfico. Ela negou, entregou a sacola que levaria para o namorado para os investigadores e aceitou ir ao hospital da cidade passar por exames ginecológicos.

Na Santa Casa do município no entanto, a suspeita confessou que levava uma porções de maconha na parte íntima. A droga, que totalizou 105 gramas, foi retirada pelo médico plantonista e entrega aos policiais. Em depoimento Rosania contou que no dia 17 deste mês visitou o namorado e recebeu uma proposta.

Ela teria que entrar com drogas no presídio em prova do seu amor por ele. Rosania explicou ainda que a maconha estava escondida na casa em que mora, mas que até receber as instruções do companheiro, não sabia da existência da droga. A mulher foi presa por tráfico de drogas qualificado e associação para o tráfico.

Envie seu Comentário